As concepções da verdade -por joão henrique c.santos

1)O que é a verdade como alétheia?

A verdade na concepção lingüística grega.É a verdade no sentido factual a concreto da palavra,é a verdade evidente da contemplação,é a realidade tornada como verdade totalmente visível e constatável.Estabelece-se em dicotomia de oposição de valor ao falso aparente(pseudos).

2)O que é a verdade como veritas?

A verdade na concepçãolingüística do latim(romana).É a verdade no tom de veracidade constatado em relato ou enunciado,relato constituído dos pormenores da exatidão.Sua dicotomia é composta no valor oposto do que chamamos atualmente de mentira.

3)O que é a verdade como emunah?

A verdade na concepção lingüística hebraica.É a verdade baseada na esperança do cumprimento de um trato de fidelidade,a própria confiança emsíntese(no humano e no divino).A verdade se traduz na crença e na expectativa hipotética ao invés da apreciação dessa como fato incontestável ou relato verídico.A infidelidade seria expressão máxima de oposição.

4)Qual a marca do conhecimento verdadeiro na alétheia?Que é adequação?

A marca do conhecimento verdadeiro na abstração grega é a evidência,uma abstração do fato real ao nossointelecto através da racionalidade.A fuga da caverna nos permite sintetizar o mundo sensível e evidente às nossas percepções intelectuais além-mito.Adequação seria a correspondência da coisa fora de si aos conceitos racionalizáveis do homem ou a do raciocínio ao objeto.

5)Qual é a marca do conhecimento verdadeiro na veritas?Que é veracidade?

Ao contrário da alétheia, veritas segue umalinha mais dedutiva da pura cadência lógica em sua coerência interna(a marca definitiva da verdade segundo os romanos).A correção da precisão de enunciado contribuí para a veracidade do fato relatado às minúcias corretas de acordo com a racionalidade,constitui-se por fim como um argumento bem constituído.Verifica-se portanto antes a validade do bom relato ao fato em si.

6)Qual a marca doconhecimento verdadeiro na emunah?

No valor da confiança entre os estudiosos do conhecimento deve-se atestar o consenso na determinação das convenções universais que irão pré-determinar os padrões de apreensão da verdade incrustada no bojo do conhecimento das coisas.Segue-se portanto uma lógica democrática na abstração da verdade.

7)Explique por que nossa concepção da verdade é uma síntese daalétheia,da veritas e da emunah.

A síntese das três verdades constituem a verdade atual,ainda que de objetivação pragmática por uma questão cultural da conjectura contemporânea de pensamento,seguindo regras harmônicas como fruto da dialética entre as concepções em sua diversidade de princípios.Essas regras,fundamentadas de uma forma especialmente apoteótica no método científico deDescartes,buscam apreender o a verdade proveniente do conhecimento através dos resultados comprovados que partiram de um processo analítica cuidadoso e sistemático.
O processo do método científica induz(empirismo,primitivamente presente no mundo clássico grego como uma tentativa de abstrair algo além da aparência ainda que de forma limitada)e deduz(a verdade presente na língua latina como alógica racional dos argumentos transportada ao método científico do racionalismo moderno,superior em seu tempo por não ceder à mera demagogia comunicativa,e mesmo o grego clássico ainda que com o escopo na essência de fato constatada e formalizada por prova).A percepção das coisas sensíveis(indução,empirismo) cria então um laço com o raciocínio lógico(dedução,intuição) para formular as idéias queconstituirão a verdade em correspondência de coisa e conceito com a dedução lógica que,estando em conformidade,se inter-relacionam de forma recíproca.
O consenso seria então o resultado da constatação da verdade através do processo moderno.Ainda assim,o consenso atual é anti-dogmático e não encerra certezas universais que não passem pelo crivo do método e,mesmo assim sucedendo,continuam sendo...
tracking img