Artigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1996 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
(Módulo 17 e 18 )
Família Real no Brasil
× A Conjuntura Europeia
Fim do Século XVIII:
→ Enquanto a França e a Inglaterra progrediram para uma fase avançada do capitalismo, (industrial), Portugal mostrava-se paralisado e dependente do capitalismo Inglês.
→ Motivos dessa independência:
× Persistência dos princípios e práticas da ultrapassada política mercantilista*
× Depois do domínioespanhol, as relações entre Portugal e Inglaterra restringiram-se, unificadas em vários acordos comerciais, desfavoráveis ao reino ibérico.
A unificação Inglesa deve-se ao Tratado de Methuen (Planos e Vinhos), que os portugueses dariam preferencia aos tecidos ingleses, e os ingleses se comprometeriam a consumir os reinos portugueses, garantindo o monopólio do abastecimento de manufaturas daInglaterra em Portugal; Nada conseguirá tirar Portugal das garras do capitalismo inglês.
O enfraquecimento do reino português, seria um desastre nos contextos dos embates e oposições que acompanharam os impulsos do industrialismo e a subida da burguesia, no início do século XIX.
× Período Joanino (1808-1821)
→ 1807: Napoleão decreta o bloqueio continental
→ 1808: Chegada ao Rio deJaneiro
× Abertura dos portos das Nações Amigas;
× Fim do pacto colonial
→ 1810: Tratado de amizade e aliança com a Inglaterra
× Impostos: Ingleses: 15%
Portugueses: 16%
Demais países: 24%
→ Fim gradua da escravidão
→ Direito dos ingleses serem julgados pela lei inglesa no Brasil.
A – Econômica: Liberação dasmanufaturas
B – Cultura: × Imprensa oficial
× Criação da Biblioteca Nacional, do Jardim Botânico, etc.
→1817: Revolução Pernambucana
× Adesão da Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará
× Instalação de um governo provisório pelos rebeldes, que foi reprimido pelas forças do rei.
× Ocupação da Guiana Francesa (1809) ordenada por D. João
× Anexação da Cisplatina,obedecendo os interesses de D. Carlota Joaquina, juntamente com as pressões da Inglaterra
→1821: × Revolução liberal do porto
× D. João VI é chamado para assinar a nova constituição
× D. Pedro fica no Brasil como regente
× Processo de Independência do Brasil
A – Partido brasileiro x Partido português. D. Pedro inclinado a defender a separaçãoentre Brasil e Portugal.
B – As cortes chamam D. Pedro: O Dia do Fico
×1822: Convocação de uma Assembleia Legislativa Constituinte
C – Sete de Setembro de 1822: × Grito da Ipiranga
× Proclamação da Independência.
( Modulo 19 e 20 )
→1823: × Bloqueio Marítimo por Lorde Cochrane
× Derrota e retirada das ForçasPortuguesas da Europa
× Destaque de Maria Quitéria ao se alistar com o nome de soldado Medeiros, demonstrando bravura na libertação da capital.
× Capitulação do comandante militar português Cunha Fidié (Piauí )
× Junta Provisória favorável a Portugal, conseguida por Cochrane e demissão da mesma, ao ser ameaçada pelos canhões de seus navios (Maranhão )
× Grenfell obteve o mesmo resultado a frente de uma poderosa esquadra, no Pará.
× Álvaro da Costa, que estava contra a Independência, é vencido pelo general Frederico Lecor. ( Cisplatina )
× Instalação da Assembleia Constituinte
→1824: Interesse econômico de várias nações : influência no reconhecimento da nossa Independência.× Estados Unidos, primeiro país a reconhecê-la.
→1825: Portugal concorda com a Independência sob pressão inglesa
→1826: Reconhecimento da Inglaterra em relação a Independência , mediante a renovação por mais 15 anos.

Constituição de 1824
CONSTITUIÇÃO DE 1824 
Uma comissão nomeada pelo Imperador trabalhou durante quarenta dias até concluir o texto final do anteprojeto...
tracking img