Artigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1084 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS – CAMPOS CATALÃO
ESPECIALIZAÇAO EM GESTÃO AMBIENTAL
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL
GESTÃO DE RESÍDUOS E EFLUENTES
PROFESSORA: ÉRICA MELO PÓVOA
ACADÊMICO: CLÁUDIO APARECIDO DE CASTRO

Histórico da cidade do Gama-DF
A cidade do Gama está localizada na região sudoeste de Brasília, situada entre as bacias dos ribeirões Ponte Alta e Alagada. Gama foicriada no ano de 1960 com objetivo de assentar a mão-de-obra que trabalhava na construção da nova capital brasileira, Brasília.
Fluxograma do processo de tratamento de esgoto da ETE – Gama
Administrada pela CAESB, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Gama está entre as três maiores do DF, com capacidade de tratamento de até 544 litros de esgoto por segundo. A estação foi planejadaantevendo o crescimento populacional do Gama, podendo atender até 300 mil habitantes e custou aproximadamente R$ 14 milhões de reais, sendo uma das mais modernas do Brasil na atualidade.
A ETE – Gama trata aproximadamente 479.260 m3 de esgotos, sendo gerados por uma população estimada de 126 mil habitantes. Antes, todo esse esgoto “in natura” era lançado nos efluentes, causando gravesimpactos ambientais.
De acordo com funcionários da empresa, o compromisso da ETE – Gama é de devolver a água ao pelo menos com a mesma qualidade quando é capitada. E esse objetivo tem sido alcançado, pois a água tem sido devolvida ao ambiente com boa qualidade.
Etapas do tratamento de esgoto da ETE – Gama
A seguir serão descritas as etapas de operação utilizada para o tratamento deesgoto da ETE – Gama com alguns detalhes do processo.
1.Tratamento preliminar
O tratamento preliminar é a primeira etapa do tratamento de esgotos que chegam à estação. A sua principal finalidade é remover os sólidos grosseiros. Esta etapa é composta pelas seguintes unidades:
Grade grossa – grade reta com abertura de 5 cm que retém os detritos de grandes dimensões que chegam naestação. Sua operação e limpeza são feita manual.
Peneiras Mecanizadas - São três, sendo constituídas de grade fina com abertura de 3 mm, com malha rotativa. Sua operação e limpeza é mecanizada e tem por finalidade remover os sólidos finos que chegam na estação.
Calha Pharshall – Calha de 36’’ com a função de fazer a leitura e registro da vazão de esgoto que chega à estação. É realizado através demedidor de nível micro processado, por ultrassom.
Tanques Desarenadores _ são compostos por duas unidades mecanizadas com 8 m de diâmetro. Sua função é retirar areia que chega à estação junto com os esgotos afluentes. Contém ponte raspadora de fundo e rastelo de separação de areia sendo eles de funcionamento automatizados.
Caçambas de Recolhimento – são compostas por quatro caçambas metálicas comcapacidade de 5 m3 cada uma e são utilizadas para transportar detritos recolhidos para aterro sanitário.
2.Reatores anaeróbios
Após o tratamento preliminar, o esgoto é enviado para 4 reatores anaeróbios. Estes tanques têm capacidade de 3.230 m3 cada um. Cada tanque possui câmara única com zonas de decantação de coleta de gases. Estes reatores possuem ainda, pontos para descarte de lodo de fundo eum sistema de diluição e retirada de espuma. Os gases produzidos nos reatores, causados pela decomposição da matéria orgânica pelas bactérias anaeróbicas, são coletados por um sistema de tubulação e queimados em um bico queimador, para evitar o efeito estufa.
3.Tanques de Aeração
A estação possui 2 tanques de aeração que recebem o esgoto dos reatores anaeróbios. São compartimentadas emtrês zonas: aeróbica, aeróbica/anóxica, e zona de aeração.
O volume de cada tanque é de 24.900m3 com um tempo de detenção de aproximadamente 40 horas.
É utilizado o sistema de aeração das zonas anóxica/aeróbia e de reareação utiliza o sistema de ar difuso, produzido por 5 sopradores.
4.Clarificadores
A estação opera com 4 clarificadores/decantadores secundários, dispostos...
tracking img