Artigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (256 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Capitulo V
Considerações previas: Além do Direito, há outros instrumentos que auxiliam diretamente na harmonia da sociedade.A moral , Religião, eRegras de Trato Social.Mesmo o direito ter como poder a coação é indispensável a participação dos outros elementos para o desenvolvimento da sociedade.
A fimde aplicar a segurança nos princípios de justiça através do Direito, cabe ao legislador estar apto a caracterizar e difundir as varias esferas normativas, pois senão, o mesmo irá tonar o Direito num instrumento de opressão.
Direito e Religião
Por muito tempo, foi posto a igreja o poder direito sobre as pessoasde acordo com suas explicações divinas. O principio religioso busca orientar o homem a transcendência divina, define um caminho direcionado pelos valores a seremcultivados, a própria interpretação sobre o bem, para assim objetivar uma comunidade harmoniosa. Seu poder social é considerado tão abrangente que sua falta trariaa volta de uma vida primitiva e anti-social, uma queda da civilização.
Um dos pontos que relacionam Direito e Religião reflete no papel doutrinário que areligião estabelece na justiça, no qual sua interpretação de bem estaria voltada tanto aos deveres para com o Criador, quanto ao interesse do bem comem.Quanto a divergências entre Direito e Religião, há a falta de alteridade por parte da Religião no qual não necessita de outro ponto de vista. Outra diferença équanto ao Direito ter por meta a segurança, enquanto que a Religião vê a mesma como inatingível sendo somente sua meta a felicidade na vida eterna, transcedental.
tracking img