Artigo sobre violência escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 14 (3272 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 3 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO SOBRE VIOLÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR

Na sociedade atual, a violência já se naturalizou como fato cotidiano. Todos os dias a mídia nos traz noticias de assaltos, agressões físicas, mortes, assassinatos e os mais variados tipos de violência, tão frequentemente que nem chegamos a nos assombrar com os números cada vez maiores de casos. Estamos vivendo um estágio avançado de banalização daviolência, a qual se estende a todos os espaços sociais, inclusive à escola. Naturalmente, todos os espaços sociais são permeados por conflitos interpessoais, pois são onde se relacionam pessoas diferentes, que pensam diferente e têm necessidades diferentes, mas todas querem o seu próprio bem. No ambiente escolar, portanto, não poderia ser diferente. O conflito em si, não é negativo, pois é ele queregula as ações dos indivíduos e possibilita a harmonia. A questão maior é como são solucionados ou findados esses conflitos. Isso é que definirá se o conflito é positivo ou se tornará um ato violento.
Violência é tudo que oprime, impõe algo arbitrário sobre um ou um grupo de indivíduos contra sua vontade, ameaça a integridade física e/ou psíquica deles, mas também o desrespeito e a injustiça. Nasociedade antiga, onde era forte a autoridade, a violência ficava por conta das regras extremamente rígidas, impostas sobre os alunos, que não tinham possibilidade de contestar. A coerção funcionava muito bem, por ameaças ou mesmo castigo físicos aos infratores, e os alunos eram totalmente heterônomos, ou seja, eram coordenados por autoridades, não pensavam por si só, apenas obedeciam cegamenteàs regras ditadas por outrem. Atualmente, com a crise da autoridade, a não formação dos alunos para a autonomia (capacidade de agir levando em conta ele mesmo e os outros, de modo a agir da melhor forma possível, mais ética e respeitosa) e ainda por cima a falta de princípios válidos para a legitimação de certas regras, os alunos já são rebeldes em potencial. Essa potencialidade é multiplicada,especialmente em escolas de periferia, onde em geral a violência é vivida e aprendida todos os dias, nas ruas, com os amigos do bairro, na família... O aluno desconhece a moral autônoma, norteada por princípios e que leva em conta a equidade, considera a intencionalidade, as circunstâncias, as diferenças, os direitos e os sentimentos de todas as partes envolvidas para agir com justiça, apesar deperceber que certas regras não tem fundamento válido para serem respeitadas. A violência é a forma mais comum que o aluno conhece para a resolução de conflitos, e ele a aplica na escola, tanto contra as regras injustas, que são um desrespeito (violência), quanto contra seus pares e até mesmo seus superiores, já não vistos como autoridades, mas como mentores de injustiças que devem ser combatidos.
Aestrutura escolar, em sua maioria baseada no sistema tradicional, tende a ver o conflito como algo negativo, um acidente que deve ser evitado de todas as formas possíveis, e exige obediência total e irrestrita do estudante aos seus superiores, uma violência, pois em geral as regras são arbitrárias, não possuem princípios, as autoridades que as aplicam não agem com equidade e quase sempre o nãocumprimento de uma das regras acarreta punição. Nos conflitos em sala de aula, de indisciplina e desrespeito aos professores, geralmente os alunos são tratados também com violência, pois os docentes, por desconhecerem as implicações dos conflitos e como trabalhar com eles de modo a indicar a maneira correta de solucioná-los, acabam por agir impulsivamente, ou passam a cercear os alunos com mais e maisregras arbitrárias, ameaçam e coagem para evitar os conflitos ou simplesmente extinguem o conflito da forma mais rápida e direta possível (ex. dois alunos estão brigando por um determinado objeto. Para encerrar o conflito sem trabalho algum o professor toma o objeto de ambos e deixa em sua mesa).
Visando evitar os conflitos, são criadas regras e mais regras, em nome de uma falsa ordem, forçada...
tracking img