Artigo sobre plano diretor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3431 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANOS DIRETORES

RESUMO

Até a década de 30, os planos diretores convencionais direcionavam suas preocupações urbanísticas apenas para o sistema viário e para melhorar a beleza da cidade. Com o passar das décadas novas concepções foram introduzidas e os planos transformaram sua base “feijão com arroz” em teses mais racionais e técnico-científicas. Dessa política urbana transformada surgiramvários órgãos de administrações urbanas, entre eles o SERFHAU (Serviço Federal de Habitação e Urbanismo) que elaborou diversos planos diretores e ajudou na coordenação da política nacional no campo do planejamento até sua extinção em meados dos anos 70. Esse novo caráter revelado pelos planos gerou muitas críticas e desentendimentos. A discórdia entre os urbanistas impossibilitava a conclusão doque realmente seria um plano diretor e o que ele viria a abordar para que a cidade em seu conjunto se tornasse um lugar melhor.

INTRODUÇÃO

Já dizia Paul Nygaard (2006) que diversos são os profissionais que ao longo da sua carreira atuaram em algum momento em equipes técnicas de planejamento para a elaboração de um plano diretor. Essas pessoas provavelmente enfrentaram muitas frustrações. Anatureza desses problemas e frustrações acontece em relação à utilidade e aceitação dos planos diretores, pois eles estavam tecnicamente corretos e os profissionais eram competentes, mas havia diferentes visões de mundo em questão. Visões de um mundo urbano racional, lógico e simples, construída pelos técnicos e especialistas e as múltiplas visões de milhares de seres comuns espalhados pelo mundoreal, caótico e complexo.
A partir da década de 30, as cidades e os homens passaram a enfrentar muitos novos problemas com o advento das máquinas e da Revolução Industrial em geral, a expansão e o inchaço dos meios urbanos se faziam notáveis. Desse modo, uma maior preocupação com a parte econômica, social e política da cidade passaram a ter importância. Com toda essa montanha russa deacontecimentos, foram surgindo estudos que tentavam organizar e planejar a situação nas cidades, que mais tarde ganharam o nome de “planos diretores”.
Os tradicionais planos diretores existentes se faziam a partir de um conjunto de “verdades”, de indagações julgadas indiscutíveis e idéias prontas incontestáveis, os quais pensavam que poderiam mudar o meio urbano desordenado e confuso em um mundo urbanoorganizado e ordenado, onde haveria bem-estar para todos.
Dessa ideologia técnica e racional surgiram muitas críticas com outras visões de mundo e querendo que o método da elaboração dos planos apresentasse outras bases que realmente fossem aplicadas e melhorassem a vida nas cidades. As críticas contestavam pontos como: a restrita visão de mundo dos planos; a mínima participação da população eda própria administração municipal que contratava consultores externos para elaborar o seu plano diretor; o desinteresse dos políticos; disputas partidárias; entre outros.
Sendo assim, para entendermos melhor os caminhos dos planos diretores começaremos definindo o que realmente seria um plano e apresentar suas diferentes fases desde o começo de sua elaboração no século XVIII até os dias atuais.Seguiremos apresentando as críticas feitas aos planos diretores e ao Serfhau (Serviço Federal de Habitação e Urbanismo) por arquitetos, urbanistas, sociólogos, entre outros e terminaremos apontando bases de como elaborar um plano diretor eficiente que realmente atenda às necessidades do meio urbano e colabore na administração da expansão que as cidades vêm apresentando crescentemente.OBJETIVOS

O objetivo desse artigo é estudar o andamento dos planos diretores antes mesmo dele não apresentar essa nomenclatura, sendo apenas uma política de planejamento, até os dias atuais. Esclarecer as concepções de cada época que foram refletidas nas mudanças das diretrizes do planejamento urbano das cidades, relatar as críticas feitas por diversos urbanistas e interessados nessa área e,...
tracking img