Artigo sobre cavalaria medieval

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CAVALARIA, IGREJA E SOCIEDADE NA IDADE MÉDIA DO SÉCULO XIII ,Marcelo Fernandes Silva*
Resumo: A cavalaria medieval tornou-se uma ordem de grande prestígio social, mas também passou por uma fase de remodelação pela sociedade cristã, pois ela estava no séc. XIII cada vez mais afastada dos valores considerados pela Igreja como formadores de um bom cristão. Nesse sentido, trabalhamos com o modelode cavaleiro cristão elaborado por Ramon Llull – filósofo catalão – como um modelo de cavaleiro ideal. Llull escreve, então, O Livro da Ordem de Cavalaria, um manual didático-pedagógico que tinha a função de ensinar àqueles que desejassem se tornar bons cavaleiros. Uma outra fonte que utilizamos é A Demanda do Santo Graal, que compõe o conjunto das novelas de cavalaria que têm como tema o rei Arture seus cavaleiros. Nesse documento há um cavaleiro que seria considerado o cavaleiro ideal: Galaaz, que pode ser associado ao cavaleiro idealizado por Ramon Llull. No início de sua formação, a cavalaria era constituída apenas por um grupo de guerreiros que portavam armas e eram chamados de miles. Mas com o passar do tempo e o desenvolvimento da sociedade feudal, esse grupo de guerreiros passou afazer parte de um setor privilegiado da sociedade chegando a fundir-se com o estamento da nobreza. Percebendo toda a sua trajetória de formação e entendendo que a cavalaria tornara-se algo perigoso no sentido de que causava muitas disputas, guerras e provocava o terror principalmente nos desfavorecidos, ou seja, os camponeses, a Igreja intervém através de um discurso de vinculação religiosafazendo com que o ritual de entrada na cavalaria se transformasse num verdadeiro sacramento. Desse modo, os cavaleiros antes da cerimônia de sagração deveriam seguir alguns rituais cristãos, como por exemplo: a confissão, o jejum, a adoração a Deus. Diante disso, iremos discutir como a cavalaria em seu início era marcadamente imbuída de características pagãs e como veio a incorporar através do discursoclerical os valores cristãos. Palavras-chave: Cavalaria, Igreja, Galaaz ABSTRACT: The medieval calvary became an order of great social prestige, but also went through a phase of remodeling the Christian society, because she was in the century XIII increasingly rejected the values considered by the Church as former of a good Christian. In this sense, work with the model of Christian knight preparedby Ramon Llull - Catalan philosopher - as a model of ideal knight. Another source we use is A Demanda do Santo Graal, in this document there is a knight who would be considered the ideal knight: Galaaz, that can be associated with the knight idealized by Ramon Llull. In view of, we discuss how the cavalry in its beginning was markedly imbued with pagan characteristics and how he came toincorporate speech by clerical Christian values. KEYWORDS: Cavalry, Church, Galaaz.

A Idade Média, época que nutriu imensa paixão pela totalidade, segundo Le Goff, não poderia deixar de nos legar uma de suas imagens mais recorrentes que persiste na memória de todos aqueles que têm o mínimo de curiosidade sobre esse período. Esta imagem é a dos cavaleiros. Esses homens compunham um grupo socialidentificado como bellatores, ou seja, aqueles que portavam armas e por isso detinham o poder militar. A sociedade medieval era ainda composta por mais dois grupos: oratores e laboratores. Os primeiros tinham uma função considerada superior numa sociedade como aquela extremamente religiosa, o seu poder dizia respeito ao sagrado. Era o clero que controlava o poder de mediação sacramental, era ele queintermediava a relação entre o terreno e o divino, o homem e Deus, o clero tinha a capacidade de conseguir o auxílio divino. Os laboratores constituíam aqueles responsáveis pelo trabalho, por alimentar as demais funções. Faziam parte desse grupo não só os camponeses, os servos, mas também os diversos componentes urbanos, ou seja, era uma “terceira função”, um resto, que acolhia diferentes grupos. A...
tracking img