Artigo sobre avaliação escolar

AVALIAR PARA APRENDER, NÃO PARA EXCLUIR

Isabel Tomazelli[1]

RESUMO

A busca de uma melhor qualidade na avaliação, e conseqüentemente na aprendizagem, é o objetivo deste trabalho. Diante destaperspectiva, o presente estudo teve como objetivo verificar se a avaliação realizada hoje está levando os alunos à inclusão ou exclusão social. A coleta de dados sobre a avaliação foi baseada embibliografias de teóricos como: Celso Vansconsellos, Jussara Hoffmann, Maria Teresa Estebam, Menga Ludke e Pedro Demo. A análise doutrinária permitiu concluir-se que a forma de avaliação predominanteainda é a tradicional, com raras exceções, e nas escolas da rede pública o número de reprovações é maior que na escola particular, mas já nota-se que está havendo uma retomada de novas considerações emrelação a avaliação, sob a influência de uma gestão da educação mais preocupada com o futuro do educando, levando-o à acessibilidade das oportunidades sociais deste mundo globalizado.

Palavras-Chave:Avaliação, inclusão escolar, exclusão escolar, desafios da avaliação, perspectivas da avaliação.

Introdução

Altos índices de reprovação, exclusão e insuficiência na apreensão dosconteúdos convivem com a questão social que atinge alunos excluídos pelo sistema de avaliação tradicional. Urge repensar os sistemas e métodos avaliativos para reverter este quadro desolador. A avaliaçãoque está sendo aplicada hoje nas escolas está levando os alunos à aprendizagem ou a exclusão?
Neste paradigma, através de bons processos conduzidos por uma gestão democrática e competente,permitiria uma expressiva intervenção na dinâmica inclusão/exclusão social.

1 Desafios e Perspectivas da Avaliação

Os desafios se ampliam para a escola e ela não pode mais ter como funçãoa simples transmissão de conhecimento. É necessário que haja na escola uma gestão consciente e democrática, estabelecendo critérios que conduzam a aprendizagem na sua integralidade. Dentro desta...
tracking img