Artigo - os espaços líquidos da cibermídia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4083 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação

Os espaços líquidos da cibermídia
Lucia Santaella 1
PUC-SP lbraga@pucsp.br

Resumo: Explorando alguns aspectos históricos do desenvolvimento do ciberespaço, o artigo defende que este constui uma nova realidade, que marca o início de uma nova era cultural da humanidade. Com ela, emerge um novo tipo de leitor, oleitor imersivo, que se contrapõe ao contemplativo e ao movente, os dois perfis que predominaram até o final do século passado. Para este novo leitor, novos modos cognitivos entram em jogo.
Palavras-Chaves: ciberespaço, redes, leitor imersivo, mudança cultural

Cada vez mais crescentemente processos de comunicação são criados e distribuídos em forma digital legível no computador. Forma digitalsignifica que quaisquer fontes de informação podem ser homonegeneizadas em cadeias de 0 e 1. Isso quer dizer que a mesma tecnologia básica pode ser usada para transmitir todas as formas de comunicação – seja na forma de textos, áudio ou vídeo – em um sistema de comunicação integrado, tal como aparece na internet. 1. Como a internet funciona? Seu funcionamento depende não apenas do papel capitaldesempenhado pela informática e pelos computadores, mas da comunicação que se institui entre eles através da conexão em rede. As duas forças principais da informática, capacidade de armazenamento e processamento da informação multiplicam-se imensamente na medida em que as máquinas podem se beneficiar umas das outras. Na internet, a palavra “rede” deve ser entendida em uma acepção muito especial, poisela não se constrói segundo princípios
Lucia Santaella é professora titular da PUCSP com doutoramento em Teoria Literária na PUCSP, em 1973, e Livre-Docência em Ciências da Comunicação na ECA/USP, em 1993. É Diretora do CIMID, Centro de Investigação em Mídias Digitais, da PUCSP.
1

Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação

hierárquicos, mas como se umagrande teia na forma do globo envolvesse a terra inteira, sem bordas nem centros. Nessa teia, comunicações eletrônicas caminham na velocidade da luz (300 mil kls/seg.), em um “tempo real”, podese dizer, no qual a distância não conta (Baylon e Mignot 1999: 376). Quais são os componentes dessa teia? Ela se compõe de um número de dezenas de milhares de subredes, elas mesmas conectadas a redes chamadasde “espinhas dorsais” ou “redes federativas”. Dentre as subredes, a mais empregada é a WWW (World Wide Web). A chave para conectar a rede está no seu conjunto subjacente de regras de comunicação ou protocolos. Para o usuário, a execução dos protocolos da rede é até certo ponto fácil, na medida em que não é necessário saber o que está por baixo da interface na tela, muito menos como funcionam osprogramas computacionais e a máquina em que esses programas são processados. Se o usuário não tiver muitas pretensões exploratórias, basta memorizar um plano técnico de indicações sumárias para que ele possa entrar na rede. É por isso que crianças de cinco anos já são capazes de se conectar a partir da memorização de uma pequena seqüência de ícones. Por trás da tela, os protocolos têm um método detransmissão que é comum a muitos outros tipos de redes de dados, a comutação de pacotes. Isso significa que as transmissões digitais são quebradas em pequenas parcelas de dígitos, chamados de pacotes. Cada pacote tem bits adicionais, indicando os endereços na rede tanto da parte emissora quanto da parte receptora, a seqüência do número de cada pacote e um código para a verificação de erros. Avantagem disso é que muitas mensagens podem simultaneamente compartilhar de um único circuito. Por meio da informação dos endereços e das seqüências dos números, a mensagem é recondicionada no seu ponto de chegada. O futuro da tecnologia de comutação de pacotes será aumentar a velocidade de transmissão em várias ordens de magnitude através da fibra ótica. Deverá haver priorização de pacotes de modo...
tracking img