Artigo mensagem classica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1207 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Artigo

Efeitos da Massagem Clássica na Percepção Subjetiva de Dor, Edema, Amplitude Articular e Força Máxima Após Dor Muscular Tardia Induzida Pelo Exercício.

UNIFACS: Universidade de Salvador
Discente: Devid Uilian Almeida Santos
Docente: Clarice Mello
Disciplina: Estética Corporal I

Salvador-Bahia
26.03.2013
Introdução

Após a pratica de exercício extenuante de força, o corpohumano reage com manifestações de desconforto, diminuição de amplitude de movimentos e de edema muscular e ao dano muscular, diminuição da força máxima e dor muscular tardia.
O dano muscular é causado por lesões na fibra que afetam as estruturas celulares, e tecido conectivo e provocam inflamação local pela migração de leucócitos.
A DOMS é caracterizada pela dor que afeta a musculaturaesquelética exercitada após a realização de movimentos não rotineiros ou treinamentos de alta intensidade. A DOMS surge principalmente após um período de 24 horas, atinge seu pico entre 48 e 72 horas e diminui entre cinco e sete dias. Entre elas encontram-se o alongamento, a crioterapia, a estimulação elétrica, o ultrassom, as drogas anti-inflamatória e as hidroterapia, a massagem parece reduzirsignificativamente a percepção subjetiva de dor e o edema muscular, massagem empregadas (clássica, esportiva), os períodos de aplicação, a duração, a intensidade e frequência de aplicação das massagens são fatores de dificultam as conclusões sobre sua eficiência.
Assim, o objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos da massagem clássica na percepção subjetiva de DOMS e nos marcadoresindiretos de dano muscular (circunferência, amplitude de movimento e desempenho de força máxima).

Métodos
Os sujeitos foram informados dos procedimentos, benefícios e riscos de estudo e assinaram termo de consentimento antes da participação. A amostra foi constituída de 18 sujeitos fisicamente ativos, com idade entre 18 e 30 anos, em três grupos com seis em cada. O grupo I (G1) não realizou oprotocolo de DOMS e só recebeu a massagem, O grupo II (G2) realizou o protocolo de DOMS e não recebeu a massagem e o Grupo III (G3) realizou o protocolo de DOMS e recebeu a massagem. Além disso, não poderiam praticar treinamento de força para membros superiores seis meses antes do inicio do protocolo experimental. Todos os sujeitos foram orientados a manter o mesmo padrão de vida e de atividadesdurante todo período de experimento.

Teste de força dinâmica máxima (1RM)
Foi realizado o teste de uma repetição máxima (1RM) de flexão de cotovelo unilateral. O movimento foi realizado com auxilio de um banco Scott, onde os sujeitos foram posicionados sentados com o braço apoiado no banco na posição supina, mantendo o troco estável durante todo teste. Esse teste foi realizado antes (Pré),imediatamente depois (Pós), 48 e 96 horas após o termino do protocolo de indução da DOMS, o individuo realizou uma caminhada a 7km/h durante cinco minutos e antes exercícios de alongamento passivos para membros superiores. Um série de 10 repetições de flexões de cotovelo com uma barra de 3kg seguida de uma série de cinco repetições com 50% da carga estimada para 1RM e uma série de três repetições com70% da carga estimada para RM1. Foi dado um intervalo de dois minutos entre as séries de aquecimento e para o início do teste os sujeitos descansaram três minutos. O ciclo iniciava-se com a flexão do cotovelo a 30º, passado pela extensão completa, retornando à posição inicial. A avaliação dos marcadores indiretos de dano e DOMS foi realizada antes (Pré), imediatamente depois (Pós), 24, 48, 72 e 96horas subsequentes ao término do protocolo de indução da DOMS.

Amplitude de movimento (ADM)
A ADM foi calculada pela diferença entre ângulo do cotovelo relaxado e o de máxima flexão.

Circunferência de braço (CIR)
A CIR foi medida com uma trena metálica na região de maior perímetro.

Dor muscular tardia (DOMS)
Para mensurar a DOMS, foi utilizada uma escala de percepção...
tracking img