Artigo interessante logistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
entrevista
entrevista

Bernard LaLonde

É tempo de
integração
Bernard LaLonde

HSM Management/
Ano 4 /Número 21/
Julho - Agosto 2000

A antiga logística tornou-se hoje um conceito mais amplo: cadeia de suprimento. O
processo de transformação levou não mais do que 15 anos e deu-se em três etapas
que devem ser compreendidas. É o que nos ensina um dos mais respeitados
especialistasno assunto da atualidade, Bernard LaLonde, nesta entrevista exclusiva
a HSM Management.
A primeira etapa, segundo ele, foi procurar identificar a que o cliente atribuía valor
ou quais eram seus padrões de satisfação –transcorriam os anos 80, as empresas
procuravam erguer barreiras em torno de sua oferta. Na segunda fase, era preciso
ser o melhor –surgia a era do benchmarking (ou seja, de secomparar com os líderes)
e as melhores práticas começaram a ser aplicadas na avaliação do tempo de
resposta, do registro de pedidos em seu processamento. Na terceira etapa, atual, o
que fica claro é que o enfoque tradicional do “tamanho único” está prestes a se
esgotar.
Nos últimos três ou quatro anos, as empresas deram-se conta de que é o cliente
quem define o serviço que deseja. Por isso,devem estar preparadas para
compartilhar tanto informações como riscos e ativos. Também deverão aproximarse mais do cliente e dos fornecedores na hora de projetar a cadeia, que já não mais
será estática nem determinada por questões operacionais internas. Não haverá
mais cadeias unidirecionais, reforça LaLonde; todas estarão integradas e seguirão
uma lógica inversa à tradicional: agora, são osclientes que “comandam” a cadeia.
A entrevista é de Graciela Biondo.
O conceito tradicional de logística está mudando, em sua opinião?
Desenvolve-se um movimento que em breve chegará a todas as empresas, embora por
enquanto apenas algumas estejam conscientes e trabalhando nele. A grande maioria nem
sequer sabe que ele está se aproximando. Em parte porque, durante os últimos anos, as
empresasvoltaram sua atenção para o problema do bug do milênio e, consequentemente,
atrasaram-se em relação a outros investimentos tecnológicos.
É do conhecimento de todos que a economia da informação é o tema dominante
atualmente, responsável em grande parte pela transformação que se avizinha. No ano 2005
terão ocorrido mudanças significativas na forma de fazer negócios. E, embora a relação
entre“empresa e consumidor” seja o que mais atrai a atenção atualmente, os negócios
entre empresas são cinco vezes maiores.
Nesse sentido, é interessante repassar a experiência dos Estados Unidos, no começo do
século, com a venda por catálogo. Ela serve como um exercício para analisarmos como
enfrentar esse tipo de modificação nos hábitos e nas formas de compra. A exemplo do que
hoje acontece com aInternet, os catálogos podiam chegar a todas as cidades e áreas rurais
e oferecer a seus habitantes acesso a toda mercadoria disponível. Agora, o fenômeno é
mundial e ocorre em tempo real.

HSM Management 21 / ano 4 / julho - agosto 2000

entrevista
entrevista

“Numa
empresa
vertical, os
presidentes
tendem a
resistir à
reformulação
da cadeia
de valor,
que implica
perder umaparcela de
poder na
organização”

Bernard LaLonde
Existem etapas preparatórias para essa revolução da distribuição? Por exemplo, o fato de
se ter utilizado a venda por catálogo contribui para gerar o hábito de comprar e vender de
forma diferente?
As experiências anteriores têm vantagens e desvantagens. Nos países mais avançados,
embora seja certo que isso facilita a adoção de novastecnologias, também implica uma
carga histórica. Nos países em desenvolvimento, ao contrário, como não existe uma infraestrutura ideal, tampouco costumes arraigados, é maior a flexibilidade de saltar para uma
tecnologia menos onerosa sem nenhum “legado” anterior. Principalmente porque é um
processo que exige um espírito claramente empreendedor. Assim, onde houver um empreendedor, ainda que o esquema...
tracking img