Artigo de risco e perigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3796 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PERCEPÇÃO DE RISCO E PERIGO: UM ESTUDO QUALITATIVO
Daniela Fischer, doutoranda
Lia Buarque de Macedo Guimarães, PhD, CPE
Núcleo de Design e Ergonomia (NDE)
Laboratório de Otimização de Produtos e Processos (LOPP)
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP)
Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Praça Argentina 9, 2º andar, sala LOPP, Porto Alegre-RS CEP.90040.020
TEL:0XX51 3316 3948
daniela@ppgep.ufrgs.br

Palavras-chave: risco, perigo, maquinista de trem, percepção, estudo qualitativo.
Este trabalho teve por objetivo acessar o conceito/percepção de risco e perigo de trabalhadores que
desempenham atividades sob condições de periculosidade. A população-alvo foram os maquinistas de uma
empresa de trens urbanos do sul do país cujo trabalho tem gradação derisco 3. O método de análise do trabalho
seguiu a abordagem qualitativa. Os resultados sugerem que a percepção acumulada dos trabalhadores sobre
risco e perigo converge com as definições/conceitos encontrados na literatura. No entanto, analisando-se as
respostas individualmente, verificou-se que nem todos souberam conceituá-los.
Keywords: risk, hazardous, engineers, urban train, perception,qualitative survey
The aim of this study was to assess the concept/perception of risk and danger according to the workers who
perform its activities under hazardous conditions. The population target were the train engineers of an urban
train company from the south of the country whose work risk is rated as level 3. The method of work analysis
followed the qualitative approach. The results suggestthat the workers´ accumulated perception about risk
and danger agree with the definitions/concepts found in the literature. However, individual analyses of the
answers showed that they find it difficult to conceptualize both risk and danger.

1. INTRODUÇÃO
Até recentemente, a avaliação de risco era domínio
exclusivo da ciência, e a percepção do público era
considerada irrelevante, excetopara riscos relacionados
com comunicação. No paradigma atual, ambas –
ciência e percepção, são consideradas como partes
objetiva e subjetiva do risco, sendo vistas como pivôs
para o gerenciamento de risco (KOLLURU, 1996).
Estudos quantitativos sobre risco, que tiveram impulso
durante a II Guerra Mundial, têm sido extensivamente
realizados por diferentes áreas do conhecimento:
ciênciaseconômicas, ciências biológicas e engenharia
(GUILAM, 1996).
Estudos qualitativos, que têm como berço as ciências
sociais, vem emergindo em contraposição à área
internacionalmente conhecida por Risk Assessment ou
Risk Analysis. Para os cientistas sociais, a obsessão pela
objetividade ou a negação da subjetividade impede uma
avaliação realística da situação. Fatores subjetivos
(éticos, morais eculturais), que direcionam as opções

dos indivíduos, devem ser considerados na avaliação de
risco (GUILAM, 1996).
O estudo do risco na perspectiva daquele que o
percebe, no contexto da segurança no trabalho, é
recente e não se encontra completamente estudado.
(SANDERS e McCORMICK, 1993). No entanto, este
tipo de estudo é fundamental à medida que a percepção
do risco influencia ocomportamento e o grau de
precaução das ações dos indivíduos frente a situações
que possam ocasionar lesão e/ou acidentes (SANDERS
e McCORMICK, 1993).
Diferentes fatores influenciam na percepção de risco:
objetivos, como por exemplo, tempo de experiência
(experts e leigos percebem o risco de maneira
diferente), e subjetivos, tal como a aceitabilidade do
risco (fatos e valores afetam a avaliação queos
indivíduos fazem das situações de risco) (GUILAM,
1996). Por outro lado, como os aspectos subjetivos
apresentam variabilidade, mesmo entre indivíduos de
uma mesma população, considera-se importante

aplicação de ferramentas que permitam acessá-los no
contexto no qual estão inseridos.
Neste sentido, este trabalho traz a foco uma pesquisa
qualitativa, realizada junto aos operadores...
tracking img