Artigo cientifico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7700 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE NORTE CAPIXABA DE SÃO MATEUS
ENGENHARIA CIVIL

XXXXXXXXXXXXXXXX

RESUMO: LEI MARIA DA PENHA - AS REPRESENTAÇÕES DO JUDICIÁRIO SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

SÃO MATEUS-ES
2012
XXXXXXXXXXXXXXXXX

RESUMO: LEI MARIA DA PENHA - AS REPRESENTAÇÕES DO JUDICIÁRIO SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

Trabalho apresentado àdisciplina de Metodologia Cientifica, sob a orientação da professora: Josete.

SÃO MATEUS-ES
2012

SUMÁRIO:

INTRODUÇÃO ......................................................................................................... 04
ARTIGO ................................................05- 06- 07- 08- 09- 10- 11- 12- 13- 14- 15- 16
RESUMO.............................................................................................................17-18
CONCLUSÃO ...........................................................................................................19
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ..............................................................................20

04
INTRODUÇÃO:

Maria da Penha Maia Fernandes, foi o caso homenagem à lei 11.340. Ela foi espancada deforma brutal e violentada diariamente pelo marido durante seis anos de casamento. Em 1983, por duas vezes, ele tentou assassiná-la, tamanho o ciúme doentio que ele sentia. Na primeira vez, com arma de fogo, deixando-a paraplégica, e na segunda, por eletrocussão e afogamento. Após essa tentativa de homicídio ela tomou coragem e o denunciou. O marido de Maria da Penha só foi punido depois de 19 anos dejulgamento e ficou apenas dois anos em regime fechado, para revolta de Maria com o poder público. Este artigo tem como objetivo identificar as representações de juízes de Direito sobre as mulheres em situação de violência, e sobre o contexto de violência contra elas. A violência doméstica contra as mulheres pode ser definida como aquela ação de dominação infligida à mulher pelo homem com o qualtem ligações afetivas. É uma forma de violência, muitas vezes, sutil e de difícil constatação. Também difícil é a percepção da gravidade de suas conseqüências. Nesse caso, o agressor é alguém com quem a mulher tem alguma ligação afetiva: parceiro, pai, padrasto ou outro familiar.

|  
  | 05
   |
|

-------------------------------------------------
Parte superior do formulário
Parteinferior do formulário
-------------------------------------------------
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
-------------------------------------------------
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
Estudos de Psicologia (Campinas)
versão impressa ISSN 0103-166X
Estud. psicol. (Campinas) vol.27 no.4 Campinas out./dez. 2010http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2010000400006 
ARTIGOS ARTICLES
 
Lei Maria da Penha: as representações do judiciário sobre a violência contra as mulheres
 
The Maria da Penha Law: representations of the judiciary concerning violence against women
 
 
Madge PortoI; Francisco Pereira CostaI, II
IUniversidade Federal do Acre, Grupo de Pesquisa Direito, Sociedade e Meio Ambiente. R. Álvaro Rocha, 101, ConjuntoUniversitário 1, Qd. 45, c.10, Distrito Industrial, 69915-300, Rio Branco, AC, Brasil. Correspondência para/Correspondence to: M. PORTO. E-mail: <madgeporto@gmail.com> 
IIUniversidade Federal do Acre, Curso de Direito. Rio Branco, AC, Brasil
 
 

RESUMO
Este estudo teve como objetivo identificar as representações de juízes sobre a violência contra as mulheres, de forma a compreender comotais representações pessoais podem ou não influenciar as decisões prolatadas em suas sentenças. Foi realizada a análise de conteúdo de 15 sentenças, proferidas entre setembro de 2006 e agosto de 2007, correspondente ao primeiro ano de vigência da Lei 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha, em uma cidade da região Norte do Brasil. Nesse contexto, pode-se afirmar que os magistrados...
tracking img