Artes textil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Arte têxtil e relações de gênero no Brasil1
Ana Paula Cavalcanti Simioni2 Resumo O artigo pretende discutir o modo como a disciplina história da arte é perpassada pela dimensão do gênero, particularmente em se tratando das obras de arte têxteis, tradicionalmente menos valorizadas por serem associadas a faturas e meios “naturalmente” femininos. Tal caso é esclarecedor do quanto, historicamente, adisciplina baseia-se em uma hierarquia de objetos que é construída mediante categorias que transcendem os limites do que é “puramente estético”. A trajetória de Regina Gomide Graz – a introdutora das artes têxteis modernas no Brasil – permitenos pensar a gênese das categorias valorativas e a maneira como, concretamente, as artistas do sexo feminino puderam negociar posições específicas dentro doscircuitos modernistas, lidando com diversas ordens de injunções sociais, como as limitações colocadas pelas parcerias artísticas, a divisão sexual do trabalho daí decorrente e os discursos socialmente disseminados sobre o que constituía uma arte “feminina”. Palavras-chave Regina Gomide Graz, arte têxtil, gênero, modernismo, art déco, sociologia da arte.

1 Este artigo é fruto da pesquisa quevenho desenvolvendo como docente da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. Muitos dos dados aqui analisados só puderam ser obtidos mediante o inestimável apoio da FAPESP que me concedeu, entre janeiro e fevereiro de 2006, uma bolsa para realização da pesquisa nos arquivos de Genebra, Suíça. Sou ainda profundamente grata a Annie Graz que, muito amavelmente, cedeume umadocumentação inédita sobre a artista Regina Gomide Graz, a qual pertence ao acervo do Instituto John Graz. Sem esses dois apoios a pesquisa teria sido impossível. 2 Doutora em Sociologia pela USP, docente da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.

87

Regina Gomide Graz: modernism, textile art and gender relations in Brazil
Ana Paula Cavalcanti Simioni AbstractThis article addresses how the discipline of art history is pervaded by gender issues, particularly in respect to textile works of art, which are traditionally less valued due to their association with craftsmanship and means identified as ‘feminine in nature’. This case enlightens how historically, the discipline is based upon a hierarchy of objects, construed by categories that transcend thelimits of what is ‘purely aesthetic’. The life and work of Regina Gomide Graz – who introduced modern textile arts in Brazil – allows us to reflect upon the origins of categories of value (in the discipline of art history) and the way in which women artists were able to, concretely, negotiate positions within the modernist artistic circle, by dealing with diverse forms of social injunctions, such asthe restrictions posed by artistic partnerships, and the consequent sexual division of labor, as well as socially widespread discourses on what constituted a ‘feminine’ art. Keywords Regina Gomide Graz, textile art, gender, modernism, art déco, sociology of art.

88

O presente artigo aborda as relações entre história da arte e dinâmicas de gênero no campo artístico brasileiro a partir de umestudo de caso, o de Regina Gomide Graz (1897-1973). Uma das artistas mais produtivas no meio artístico nacional durante as décadas de 1920 a 1940, Regina Graz atuou como pintora, decoradora e tapeceira. Sua relevância para as artes plásticas brasileiras foi considerável, tendo sido ela uma das introdutoras do estilo art déco, além de ter atuado no sentido de promover a autonomização das artesdecorativas3. A opção pelas artes aplicadas era incomum no país, tendo em vista a costumeira valorização dos suportes artísticos tradicionais, como a pintura e a escultura, que seguia o corolário estabelecido pela hierarquia acadêmica. Mesmo dentro dos circuitos modernistas, nos quais tal conjunto de valores já não predominava, as artes puras permaneceram mais apreciadas, quanto mais se comparadas...
tracking img