Arte e publicidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (503 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
É POSSÍVEL FAZER ARTE COM PUBLICIDADE?

Quando se fala em publicidade, não restam dúvidas de que sua real finalidade seja propor ao público, adesão total ao produto ou ideia enunciados. A hipótesede que é possível à publicidade fazer arte, coloca em questão a convivência de valores estéticos numa linguagem assumidamente comercial. Este assunto poderia gerar uma discussão em torno de si mesmo,à medida que fica evidente que a publicidade invade o território artístico com interesses geralmente comerciais. Levando consideração o que foi dito, poderia já de início pressupor que o que restaria àpublicidade no campo artístico, seria apenas a função pragmática. Ou seja, seria aquela no qual a arte se serviria para alcançar um fim não artístico. E esse fim seria, como se disse, a adesão aoproduto ou ideia.
Mas se pensar-se bem na questão, como explicar por que o poder de persuasão de uma peça publicitária aumenta com a inserção da linguagem artística? Para responder tal questão, seriauma pobreza de espírito, assumir o ponto de vista em que o fazer artístico publicitário tem apenas a função pragmática, não sendo capaz de possibilitar a fruição de si mesmo tal como se frui uma obra dearte plástica. Pois, tem que se admitir que uma peça publicitária seja capaz de carregar em si própria, características estéticas. E é exatamente aí que a publicidade vai se valer da situação, poisna medida em que o argumento racional muitas vezes não consegue por si próprio alcançar o objetivo de persuasão, outra via que restará à publicidade além do convencimento racional e da tão conhecidacomoção emocional, seria oportunamente o uso da linguagem estética. Por isso, nada melhor do que o belo para despertar o desejo.
A discussão estética do ponto de vista fenomenológico considera que obelo é uma qualidade de certos objetos singulares que nos são dados à percepção (cada coisa possui sua beleza singular, não há um padrão para o que deve ser o belo). E ainda segundo essa perspectiva,...
tracking img