Arte rupestre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1791 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANO DE AULA

Professora de Artes: Gisele A. Ramos
Tema da aula: “A Arte Rupestre” Público – alvo: Ensino fundamental de 6º à 9º ano do segundo ciclo. Objetivos: Ensinar a relação do homem com a natureza e sua simbologias, compreender a importância da preservação dos registros dos nossos antepassados, descobrir novas formas de fazer arte , usando conceitos deixados para nós desde os temposdas cavernas. Justificativa: Essa aula será aplicada com a finalidade de expressão visual e linguagem corporal, bem como a capacidade perceptiva e criativa do aluno. Cronograma: Essa atividade precisará de quatro aulas de 45 minutos cada, de preferência que seja aula dupla. Procedimentos didáticos / metodológicos: Primeiramente devemos apresentar a teoria juntamente com as fotos, para que os alunosse situem na história. Sempre que possível devemos lembrá-los das heranças deixadas para nós, como o descobrimento do fogo, da roda, da escrita através de símbolos, etc... Depois partimos para a prática e produção das obras, que deverão ser expostas para o restante da escola. Recursos, material e local: Essa atividade será aplicada em sala de aula, onde serão necessários os seguintes recursos:cola branca, água, potes para mistura de tinta, terra de diversas cores e pigmentos naturais, tais como açafrão, beterraba, espinafre, etc... Atividade: A atividade consiste em fazer as próprias tintas, usando a cola e o pigmento macerado para obter as cores, depois é só soltar a imaginação.

Arte rupestre: passado e presente
A PRÉ-HISTÓRIA Idade da pedra ou Paleolítico
“Lucy” uma humanóide com3.000.000 de anos encontrada na África. Fonte: tudehistoria.blogspot.com Lucy foi uma mocinha de 20 anos e 1,20 metro de altura, provavelmente morta por um crocodilo, e que passou cerca de 3,2 milhões de anos sob as areias da Etiópia até ser descoberta em 1974. Durante algum tempo, Lucy, essa Australopithecus afarensis, foi tida como nossa Eva. Mais recentemente, uma equipe liderada pelopaleontólogo Yohannes Haile-Selassie, da Universidade da Califórnia, encontrou restos de indivíduos que viveram nessa mesma região da África, também há 3,2 milhões de anos. A novidade é que esses foram classificados como sendo de uma subespécie primitiva, batizada de Ardipithecus ramidus kadabba. Depois surgiu, no Quênia, o fóssil do crânio de alguém que viveu há cerca de 3,5 milhões de anos - 200 000 anosantes de Lucy e seus contemporâneos, portanto. Finalmente, de novo no Quênia, encontraram restos de uma criatura que teria vivido há 6 milhões de anos e representaria assim o mais antigo hominídeo já identificado. Segundo seu descobridor trata-se de uma nova espécie, que recebeu o nome de Orrorin tugenensis. Mas o achado vem sendo questionado por outros cientistas, para quem o Orrorin pertenceriaa uma espécie completamente diferente, sem nenhuma relação com a nossa. Convém aguardar os próximos velhos capítulos da nossa história.

O homem de Pequim,
Homem de Pequim, um homem primitivo da espécie Homo erectus, descoberto nos anos 20, nas grutas de Zhoukoudian, nos arredores de Pequim. Dois investigadores chineses e um norte-americano fizeram uma nova datação dos fósseis encontrados aolongo de várias décadas naquele local (provenientes de cerca de 40 indivíduos) e concluíram que esses homens primitivos terão lá vivido há cerca de 700 a 800 mil anos - o que os torna, no mínimo, 200 mil anos mais velhos do que se pensava.

fonte Paleontologia WWW. Publicopt

Homem de Heidelberg Fonte: pt.wikipedia.org/wiki/Evolução_humana Ser humano pré-histórico que viveu na Europa háaproximadamente 375 mil anos. A única comprovação da existência dessa criatura préhistórica é um grande maxilar, destituído de queixo, com grandes dentes, achado em 1907 por trabalhadores que cavavam um buraco na pequena cidade de Mauer, Alemanha, perto de Heidelberg. O homem de Heidelberg pertenceu a um tipo de ser humano pré-histórico chamado Homo erectus (homem ereto). Os cientistas acreditam que...
tracking img