Arte digital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

PERAMBULINKS: UMA EXPERIÊNCIA ESTÉTICA E HIPERMIDIÁTICA

“Este texto pretende abordar as etapas da história da comunicação, paradigmas da comunicação, linguagens hipermidiáticas, entre outros temas voltados a Hipermídia, uma linguagem intersemiótica e a-linear, pois contém todas as matrizes linguísticas: som, imagem e texto e não segue um fluxo linear, não tem início, meio e fim.O tema é Arte Digital, também será abordado. Existem diversas categorias de arte digital tais como pintura digital, gravura digital, programas de modelação 3D, edição de fotografias e imagens, animação, entre outros.”


HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO

Atualmente, o usuário de Internet navega na rede, lê o material disponível e raramente se dá conta deste processo ou do que está por trás dele. Toda adescrição do que é e como funciona um hipertexto é pouco questionada por quem o acessa em suas diferentes formas. A velocidade da busca pela informação da “sociedade da informação”, denominada por Castells (2002), faz com que as pessoas partam em busca do acesso mais rápido, mais prático e mais completo à informação.

Neste processo, viaja-se página a página, avança-se leitura a leitura nummundo infinito de hipertextos sempre conectados entre si que proporcionam aos leitores múltiplos meios de construir sua leitura e busca de informações. A cada acesso cria-se um caminho diferente e, dificilmente, dois usuários, mesmo iniciando sua navegação pela mesma Home de um website traçarão caminhos iguais. A grande oferta de sites e seus inúmeros nós abrem as portas para uma exploraçãoinfindável do mundo virtual.

A contribuição do hipertexto para o cotidiano é inúmera e o desenvolvimento desta forma de escrita mudou os paradigmas do modelo impresso. O hipertexto rompe o limite material do livro impresso que têm previstos, desde sua feitura, um começo, um meio e um fim. A narrativa termina quando termina as páginas do livro. Já no labirinto intertextual do hipertexto, este final não édelimitado. Este novo mundo virtual criado se difere ainda das páginas impressas no que diz respeito à interatividade. A interatividade fará com que se rompa a leitura linear dos textos já que, graças a este novo modelo, são quebradas as antigas concepções de leitor e autor. A exclusividade da autoria fica mais limitada, e, a polifonia, a multivocalidade, entra em cena como a nova prática daescritura de um texto.

O estudo da História da Comunicação pode ser dividido por episódios, sendo eles: Comunicação interpessoal, Comunicação de elite, Comunicação de massa, Comunicação individual, Hibridismo homem-mídia.

A comunicação de massa se inicia através da primeira máquina de impressão de livros, desenvolvida por Johannes Gutenberg no século XV, que possibilitou a divulgação e cópiamuito mais rápida de livros e jornais. Poucos tinham acesso a livros pelo fato de ser muito caro, com isso a classe nobre era alfabetizada e os demais ficavam a mercê do alto clero. A impressão veio para fornecer informações úteis e importantes para a população. Após Gutenberg e sua máquina tipográfica, vieram várias formas de comunicação de massa como: rádio televisão, cinema e revistas, encerrando acomunicação de elite.

A Linguagem Audiovisual surgiu em 1937, quando a BBC transmitiu pela primeira vez uma partida pela televisão “preta e branca” via satélite. Tinha inicio a uma nova forma de se comunicar. A linguagem audiovisual é sintética e integral, visto que funde o áudio e o visual para dar uma nova comunicação, é uma fusão do som e da imagem em movimento, que permite ao cérebrointegrar simultaneamente as informações que percebe e aquelas que as memórias visuais e acústicas conservarão. Pode-se dar o exemplo de audiovisual a televisão e o cinema.

Com o passar do tempo, novas tecnologias surgiram, compostas por três linguagens – verbal, sonora, visual – que juntas transmitem uma mensagem específica. A idéia de interatividade está presente em quase tudo que nos cerca...
tracking img