Artartroplastia total do quadril

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO ORIGINAL

ARTROPLASTIA TOTAL DO QUADRIL DE SPOTORNO®
SPOTORNO® TOTAL HIP ARTHROPLASTY CARLOS ALBERTO DE SOUZA MACEDO1, RODRIGO BENEDET SCHEIDT2, HUMBERTO MOREIRA PALMA3, RICARDO ROSITO4, WALMOR WEISSHEIMER JUNIOR5, CARLOS ROBERTO GALIA6
RESUMO Uma coorte de 48 pacientes (54 quadris) submetidos a artroplastia total primária de quadril não-cimentada com prótese de Spotorno®. O objetivodo estudo foi avaliar o desfecho clínico-radiológico da prótese de Spotorno®,em um período de 20 anos (1985 a 2005), com seguimento médio de 17,5 anos (8-20anos). Na avaliação clínica e funcional foram obtidos 92,7% de bons resultados. Encontrouse osteopenia em 24 acetábulos (44,4%) e 30 fêmures (55,6%). O desgaste do polietileno esteve presente em 43 acetábulos (79,6%), com média de doismilímetros (0-5mm). A análise estatística dos resultados sugeriu que a presença de osteopenias não está relacionada ao desfecho clínico (p=0,75); o desgaste do polietileno, bem como a presença de osteopenia, foi mais pronunciado nos pacientes abaixo de 55 anos (p 6 Cimentada >3 3-2,7 2,6-2,3 2,3 ÍndiceMorfo-cortical Pontos 0 1 2 4

Pontuação sugerida para utilização da haste não-cimentada de SpotornoTabela 1 - Pontuação para indicação da prótese não-cimentadas de Spotorno

218

ACTA ORTOP BRAS 16(4: 217-222, 2008)

Mobilidade normal ou quase normal (6,5) Dor (D) Habilidade para deambular (H) Muito bom D + H = 11 ou 12 6 6 Deambular sem muletas, sem dor ou claudicação 6 5 Deambular sem muletas, sem dor, mas com leve claudicação 5 6 Deambular sem muletas, sem claudicação, mas com leve dorno início da marcha Bom D + H = 10 Deambular sem muletas, com dor e leve claudicação Deambular sem muletas, com dor mas, sem claudicação Deambular sem muletas, sem dor; uma muleta utilizada para sair de casa Médio D+H=9 Leve dor; uma muleta é utilizada para sair de casa Dor após deambular por alguns minutos; sem muletas, mas com leve claudicação Sem dor; uma muleta utilizada em todo o tempoRazoável D+H=8 Dor leve; uma muleta é utilizada por todo o tempo Dor após deambular; uma muleta é utilizada para sair de casa Ruim D + H = 7 ou menos

5 4 6

5 6 4

5 4 6

4 5 3

5 4

3 4

Mobilidade reduzida (4,3,2,1,0) Se a mobilidade é reduzida para 4, o resultado é classificado um grau abaixo Se a mobilidade é reduzida para 3 ou menos, o resultado é classificado dois graus abaixo
Tabela2 - Graduação funcional do quadril segundo Merle d’Aubigné e Postel

migração do componente femoral (subsidence), ambos medidos em milímetros com auxílio de uma régua milimétrica transparente. Para a análise estatística, a pontuação do IMC de Spotorno® foi dividida em dois grupos (grupo 1 – graduação de Spotorno® < dois pontos; e grupo 2 – com graduação > dois pontos). Após essa divisão,correlacionamos os grupos com a presença ou ausência de migração femural. Além dos tópicos referidos, foram avaliados os dados referentes à idade atual, ao seguimento, ao lado operado, à doença de base, dentre outros vistos na tabela 5. Para fins de análise estatística, os pacientes foram divididos em dois grupos; pela idade e pela graduação funcional proposta por Merle d’Aubigné e Postel. A idade decorte foi 55 anos, cinco anos a mais que a pontuação zero sugerida por Spotorno®, pelo fato de ser a idade média encontrada. Consideramos como bons resultados os paciente que estavam com pontuação entre muito bom e bom; e ruim os pacientes com resultado médio, razoável e ruim. A análise estatística foi realizada utilizando-se o programa estatístico SPSS for windows, versão 14.0 (SPSS Inc, Chicago,IL). Na análise descritiva foram utilizados para as variáveis quantitativas: média aritmética, desvio padrão (DP), valores máximos e mínimos e mediana; para as variáveis qualitativas (categóricas): percentuais e onde aplicáveis. Foi usado em variáveis quantitativas o teste t de Student e, em situações de assimetria, o teste U de Mann-Whitney e Wilcoxon. Nas variáveis categóricas, o teste χ2...
tracking img