Arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2701 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE CIÊNCIAS GERENCIAIS DE MANHUAÇU
FACIG








TRABALHO
ESCULTURA DE AMILCAR DE CASTRO “SEM TÍTULO”





ANDRÉIA COSTA / JOSIMAR CATARINA
MATRÍCULA: 0910257 / 1210076
CURSO: AEU PERÍODO: 2º













MANHUAÇU / MG
2012

ANDRÉIA COSTA / JOSIMAR CATARINA
MATRÍCULA: 0910257 / 1210076








TRABALHO
ESCULTURA DE AMILCAR DECASTRO
“SEM TÍTILO”






Trabalho apresentado a Professora Mariana Papa na Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu ao curso de Arquitetura e Urbanismo. Referente a disciplina de Composições Tridimensionais.









MANHUAÇU / MG
2012
SUMÁRIO





1.INTRODUÇÃO............................................................................................... 04
2. DADOS SOBRE O ESCULTOR.................................................................... 05
3. OBRA : “SEM TÍTULO”................................................................................ 06
3.1.ELEMENTOS ARTÍTICOS DA OBRA......................................................... 06
3.2.TEXTURA / MATERIAL / COR................................................................... 08
3.3. CONCEITO DO AUTOR ............................................................................ 09
3.4. CONCEITO / ANÁLISE DA DUPLA........................................................... 10
3.5. CONFECÇÃO DA OBRA
4. ANEXOS......................................................................................................... 12
5.CONCLUSÃO................................................................................................. 14




































INTRODUÇÃO


Um dos focos abordados de maneira bastante intensa e apaixonada acerca da obra escultórica de Amilcar de Castro é o ferro, material usado desde as primeiras obras.
A obra de Amilcar é uma das mais altas realizações da artebrasileira. Sua importância vem, dentre outras razões, das mudanças que introduziu na estética construtivista, originalmente uma de suas influências mais decisivas. De par com a enorme clareza formal de suas esculturas e dos procedimentos que as constroem, o artista conseguiu dar ao ferro uma expressividade que tenciona e problematiza aquela limpidez formal.
A escultura analisada nesse trabalho, estasituada no Jardim do MAC em São Paulo. Onde um plano bidimensional foi transformado em um objeto tridimensional. Suas várias formas dependem muito do ângulo de visão do observador.
Iremos apresentar um breve comentário sobre a escultura escolhida, tendo como ponto principal o conceito e o objeto em si.
As esculturas de Amilcar refletem sobre o espaço e se insere no espaço. Há diversas obras públicasdo artista, em jardins e praças, feitas com a intenção de que a ação do tempo seja vista constantemente no espaço da obra. Como ele mesmo definia, "escultura é a descoberta da forma do silêncio, onde a luz guarda a sombra e comove".




















DADOS SOBRE O ESCULTOR “AMILCAR DE CASTRO
1920-2002 BRASIL”

Amilcar Augusto Pereira de Castro, nasceu em Paraisópolisestado de Minas Gerais em 8 de junho de 1920 e faleceu em Belo Horizonte em 21 de novembro de 2002. Foi um escultor, artista plástico e designer gráfico brasileiro. Introduziu a reforma gráfica do Jornal do Brasil nos anos 1950, que revolucionou a diagramação, e design de jornais como um todo, no Brasil.
Amilcar de Castro estabeleceu-se em Belo Horizonte em 1934 e formou-se em Direito naUniversidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 1945, onde conheceu Otto Lara Resende e Hélio Pellegrino. Freqüentou a Escola Guignard entre 1944 e 1950, onde estudou desenho com Alberto da Veiga Guignard e escultura figurativa com Franz Weiss Mann. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1953, iniciando sua carreira de diagramador nas revistas Manchete e A Cigarra. Participou do Grupo Neoconcreto, (indica uma...
tracking img