Arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2415 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma Crise da Arte

Gombrich começa o capítulo dizendo que por volta de 1520 “a pintura atingira o auge da perfeição” e que os pintores da época, com algumas exceções, pensavam não haver mais nada a ser inventado na arte da pintura. Alguns artistas que duvidaram que a arte pudesse ter chegado ao ponto máximo começaram a pintar quadros de plena significação e sabedoria, muitas vezes compreendidosapenas pelos mais doutos, visando-se agora o surpreendente, o inesperado, como uma tentativa de superarem os mestres clássicos.
Artistas como Cellini, Parmigianino e Jean de Boulogne são citados por Gombrich neste capítulo, pois assim como foi visto nas aulas de Estética e História da Arte, o artista de “Madona do Longo Colo”, Parmigianino, por exemplo, não pretendia ser nada ortodoxo, mas simtentava criar algo de novo na arte da pintura, para que, como tantos outros artistas da época, conseguisse superar seus mestres.
O artista Jacopo Robusti, mais conhecido por Tintoretto, foi citado com destaque quando Gombrich afirma que ele pode ter sido um dos maiores mestres do final do século XVI em Veneza, pois em suas obras preocupava-se em demonstrar a emoção dos eventos pintados, sem seimportar, como tantos outros artistas da época, com a perfeição técnica, anunciando como terminada uma pintura, no momento em que esta transmitisse o que autor desejava, o que gerava comentários de críticos como Giorgio Vasari, pois ao contrário de artistas tradicionais, um acabamento meticuloso não interessava a Tintoretto. Apenas o artista El Greco conseguiu superar Tintoretto com relação aodescaso das formas e cores naturais, assim como na visão dramática e emocionante, que podemos notar com clareza em uma de suas obras intitulada de “A Abertura do Quinto Selo” ou “Visão de S. João”.
Gombrich, em seu livro, também escreve sobre a crise que afetou artistas de países como Alemanha, Holanda e Inglaterra no período em que se desenvolvia a Reforma, a qual restringiu os temas abordados pelosartistas de forma a limitá-los apenas a realizar ilustrações de livros e pinturas de retratos. Artistas como Hans Holbein tiveram que abandonar a pintura pela qual estudaram tantos anos e trabalhar, como no caso de Holbein, como pintor Oficial da Corte, que por um lado nos proporcionou valiosos registros dos costumes retratados dessa época, mas que por outro lado impediu a formação e oamadurecimento de excelentes artistas que poderiam surgir nesse período.
Nos Países Baixos, porém, os artistas não se limitaram apenas a pintar retratos, mas também faziam pinturas de paisagens do cotidiano e da natureza, as chamadas “pinturas de gênero” ou apenas genre, em que os artistas já haviam desenvolvido, ao longo do tempo, habilidade e perfeição em sua execução.
Um dos maiores mestres da genrefoi Pieter Bruegel, conhecido por pintar cenas da vida camponesa, que em suas obras transbordavam de detalhes nos mostrando sua observação e eficiência em não parecer congestionado nem confuso todos esses detalhes ali presentes. Depois de Bruegel, outras gerações estudaram e deram continuidade a esse estilo de pintura.
Por fim, Gombrich termina este capítulo nos informando que na França a arteseguiu por um caminho diferente ao dos países setentrionais e dos Países Baixos, porém com influência dos dois modos de pintura desenvolvidos nos mesmos.

Visão e Visões

Neste capítulo Gombrich nos chama a atenção para as classificações dos estilos que a arte vem passando ao longo dos anos, e aponta que os termos usados para tais classificações foram, na época, escolhidos originalmente comopalavras de injúria. Muitas obras podem parecer para nós, nos dias atuais, comuns e até mesmo passar despercebidas aos nossos olhos, mas na época em que foram realizadas pela primeira vez foram obras extremamente revolucionárias, como por exemplo, uma das primeiras Igrejas barrocas em Roma.
Nas pinturas, assim como na Arquitetura, também haviam os estilos a classificar determinada obra, como...
tracking img