Arquitetura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4406 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONFORTO EM AUDITÓRIOS: PROPOSTA DE PROCEDIMENTO PARA O PROJETO
Soler, Carolina (1); Kowaltowski, Doris C.C.K. e Pina, Silvia A. Mikami G. (2),
(1) Mestre, Fac. de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Unicamp – Brasil, Endereço: Rua Rio Purus, 321, Conj. Vieralves, Bairro Nossa Senhora das Graças, CEP: 69053-050, Manaus-AM, Telefone: (92) 635-4340, csoler@terra.com.br (2) Docentes, Fac.de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Unicamp - Brasil, doris@fec.unicamp.br

RESUMO
Este trabalho apresenta um estudo sobre a metodologia de projetos de auditório d uso múltiplo. É e proposto um procedimento de projeto com base em entrevistas de Arquitetos e Consultores, bem como de análise de projetos executivos. Duas salas, com capacidade de 300- 400 foram avaliadas, através demedições de conforto ambiental. Os resultados mostram que o processo é complexo e que existem falhas em todas as fases do trabalho; assim, a coordenação e o acompanhamento realizados por um arquiteto são fundamentais para a viabilidade dos diversos projetos específicos. O consultor é figura indispensável enquanto subsídio para o controle de áreas específicas da obra. Observa-se que nem todos os autores econsultores de projetos de auditório procedem da mesma maneira, mas que alguns detalhes específicos são analisados pela maioria deles. A partir dessas análises, da avaliação das dificuldades apontadas nas entrevistas e dos acertos e falhas levantadas nos projetos, é proposta uma estrutura para o processo de projeto de auditórios, com base na metodologia do MEHTA, JOHNSON e ROCAFORT (1999).Palavras-chave: Auditório, Metodologia de projeto, Conforto ambiental.

ABSTRACT
This paper presents a study on the design process of auditorium spaces, with a seating capacity of 300 – 400. The study verified the design procedures adopted by architects and the role played by consultants in this process. Buildings in use were assessed through technical measurements and questionnaires. Results showedthat the design process is complex and that a specific design method should be used to assure quality design. An outline of a method is presented based on MEHTA, JOHNSON e ROCAFORT (1999).

1. INTRODUÇÃO
Os projetos de auditórios de uso múltiplo são áreas nobres dentro do conjunto de espaços em que estão inseridos. Assim, o auditório deve, necessariamente, atender a questões técnicas, propiciarconforto ambiental ao usuário e apresentar qualidade estética. Dentro desse contexto é fundamental que a equipe de projetos possua acesso a conhecimentos diversos e adote processo de projeto que visam a qualidade do ambiente construído.

2. O PROCESSO DE PROJETO
O processo de projeto é uma área que abrange um grande número de estudos, tais como a metodologia de projeto, a teoria da arquiteturae pesquisas mais específicas de tipologias de espaços. O processo de projeto de um auditório deve levar em consideração um conjunto de funções e espaços de palco e platéia, a recepção, um hall de entrada ou foyer, cabines de projeção, camarins, área de serviço, administração, entre outros. O auditório pode estar dentro de um complexo, como de uma instituição de ensino, próximo a salas de aula, ouáreas de lazer e até mesmo a complexos administrativos de todo

- 1950 -

o conjunto. Assim, o espaço de um auditório cumpre uma função específica dentro de um conjunto de atividades, muitas vezes correlacionadas. O início do projeto de auditórios deve partir do homem como unidade, ou seja, o objetivo principal deve ser a relação entre quem pratica a ação (orador) e quem vê a ação (platéia). Opartido do projeto deve ser uma análise do contexto, do lugar e do programa. Para um projeto de auditório de uso múltiplo, a flexibilidade do espaço é um grande definidor do projeto inicial. Em seguida é necessária uma análise dos dados fornecidos pelo cliente: o terreno, a liberdade plástica, a função (uso), sua relação com o entorno, as características técnicas, etc. Cabe a ele, também,...
tracking img