Arquiteto severiano porto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1316 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TEORIA DA ARQUITETURA



ARQUITETURA
DE
SEVERIANO PORTO

[pic]



ARQUITETURA E URBANISMO – 3º ANO – CAMPUS MARTE
PROFESSOR – JORGE

DANILA PONTES – RA 305486535
LUANA RUAS – RA 305484818



ÍNDICE
|1 |BIOGRAFIA DO ARQUITETO |03 |
|1.1 |PERÍODO DE ÍNICIO DA ATUAÇÃO DOARQUITETO |03 |
|1.2 |REGIÃO ATUANTE |03 |
|2 |O ARQUITETO E SUAS OBRAS |04 |
|2.1 |CRONOGRAMA DE ALGUMAS OBRAS|05 |
|2.2 |UMA OBRA EM ESPECIAL |08 |
|3 |BIBLIOGRAFIA |10 |



















1. BIOGRAFIA DO ARQUITETO




Filho de pais pernanbucanos, oarquiteto Severiano Mário Vieira de Magalhães, nasceu em Uberlândia - Minas Gerais, no ano de 1935, mudou-se para cidade do Rio de Janeiro com a finalidade de cursar arquitetura, e assim o fez se formando no ano de 1954, na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Brasil (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ).


Quando estudante, trabalhou como estagiário na ConstrutoraBritto, onde permaneceu durante mais 11 anos como arquiteto, acompanhando de perto o desenvolvimento das obras realizadas pela construtora. Nesse campo profissional, foi convidado por um professor Amazonense, Arthur César Ferrreira Reis, a projetar a representação do governo do Amazonas, no Rio de Janeiro. Em seguida, outras oportunidades surgiram, como a reforma do Palácio do Governo e da AssembléiaLegislativa de Manaus, e o projeto do Estádio Municipal.






1. PERÍODO DE INÍCIO DA ATUAÇÃO DO ARQUITETO


Severiano Porto iniciou sua carreira profissional em um período muito importante da arquitetura brasileira. Momento em que as escolas tinham como tema, a construção do Ministério da Educação; momento em que iniciava-se o processo de modernização do País, noscampos de industrialização, urbanização, e internacionalização da cultura. Um quadro, que na área de arquitetura gerou um clima de buscas de valores, técnicas e modernidade, estimulando a construção civil. Dentro desse contexto, Severiano Porto integrou um grupo de arquitetos que promoveram essa propagação, e acreditavam que a arquitetura brasileira deveria assumir um carácter regionalista.2. REGIÃO ATUANTE






O arquiteto Severiano Porto se encantou com as condições ambientais e geográficas da região de Amazonas - Manaus. Para lá se transferiu em 1965, onde permaneceu durante 36 anos e pode desenvolver os seus projetos de acordo com o clima, a técnica e o uso dos materiais da região.2. O ARQUITETO E SUAS OBRAS




As obras realizadas entre 1968 e 1989, foi parte de autoria também de Mário Emílio Ribeiro, com quem dividiu uma sociedade durante alguns anos. Enquanto Mário permaneceu no Rio de Janeiro, Severiano foi residir em Manaus, levando seus conhecimentos acadêmicos que juntando à aplicação de técnicas regionais foi criando sua própria modernidade.


Nãosomente podia usufruir dos materiais da região, mas também contava com a disponibilidade de mão de obra e a sabedoria dos artesões locais. Outra colaboração aos projetos do arquiteto foi a sua abundância de matéria-prima como, por exemplo, a madeira encontrada na região amazônica. Algumas toras, pranchas e sarrafos era o que precisava para a adaptação de uma maneira simples de se construir uma casa,...
tracking img