Armadilha eletronica para insetos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2292 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


Atualmente, têm ocorrido muitos avanços no ramo da eletrônica ambiental, consequência das preocupações do século XXI com o aquecimento global, escassez da água e a atenção às doenças antes negligenciadas. Incluso nesse quadro de enfermidades, está a leishmaniose tegumentar americana (LTA), uma doença dermatológica grave, transmitida através da picada de fêmeas de dípterosPhebotominae, conhecidos genericamente por flebotomíneos.
Segundo a Secretaria de Vigilância em Saúde, as análises epidemiológicas da LTA das últimas décadas apontam mudanças no padrão de transmissão da doença, inicialmente considerada zoonoses de animais silvestres, afetava somente as pessoas em contato com as florestas. Posteriormente a doença começou a ocorrer em zonas rurais, já praticamentedesmatadas, e em periferias urbanas.
No ano de 2003 houve mais de 30 mil casos registrados no Brasil. O conhecimento sobre a Leishmaniose Tegumentar ainda é limitado sobre alguns aspectos, o que a torna de difícil controle. Consequentemente não existe vacina pra prevenção, existindo apenas tratamento, que é demorado, podendo durar até 12 meses e deixar cicatrizes. Se existisse um modoeficiente e barato de capturar os flebotomíneos hospedeiros da leishmaniose, facilitaria a criação de vacinas.
























1. Objetivos Gerais


No mercado, há vários produtos destinados a extermínio de mosquitos, como inseticidas, raquetes elétricas, ou mesmo produtos que utilizam lâmpadas UV para matar os mosquitos com o calor, mas a dificuldade está em acharprodutos que conservem a vida desses animais e que sejam de baixo custo.


2. Objetivos Específicos


Este projeto consiste em desenvolver a teoria e a prática de uma armadilha eletrônica com o intuito de criar um dispositivo de baixo custo, capaz de atrair e capturar mosquitos flebotomíneos de uma forma silenciosa e inodora, não incomodando quem esteja em sua volta e preservando a vidados mosquitos, para que possam ser usados para estudos futuros.






































1. LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA (LTA)


1. Leishmaniose Tegumentar Americana no Brasil


A Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) é uma doença infecciosa, não contagiosa, transmitida a partir da picada da fêmea do flebotomíneo, conhecidospopularmente, dependendo da localização geográfica, como mosquito palha, tatuquira, entre outros. O inseto infectado transmite diferentes espécies de protozoários do gênero Leishmania, que afeta pele e mucosas. Primariamente, é uma infecção que afeta outros animais que não o ser humano, o qual pode ser envolvido secundariamente.


[pic]




No Brasil, a LTA é uma das infecçõesdermatológicas que merece mais atenção, devido ao grande número de pessoas infectadas por ano, e também pelas deformações que pode produzir, que consequentemente acaba afeta o psicológico das vítimas, com reflexos na vida social.


[pic][pic]
Fig. 2 e 3 Exemplos de feridas causada pela Leishmaniose


A partir da década de 80, verifica-se o aumento do número de casos registrados, que varia de3.000 (1980) e 35.748(1995). A LTA é uma doença que afeta todos os estados brasileiros. Observa-se ampla dispersão e, em algumas áreas apresenta intensa concentração de casos, como no Maranhão, enquanto em outras os casos apresentam-se isolados, como no Rio Grande do Sul.


[pic][pic]
Figura 4 Mapa do Brasil de casos de LTA




2. Leishmaniose no Vale do Paraíba


A maiorincidência de casos ocorre na região Norte-Nordeste do país, porém ainda é bastante presente no litoral norte paulista, incluindo cidades como Ubatuba e Caraguatatuba. Dos 545 casos notificados no Vale do Paraíba de 1998 à 2006, 42 foram registrados nas cidades de Caçapava, SJC e Jacareí e 503 ocorreram no litoral, sendo Ubatuba a cidade com maior número de vítimas. Isso se dá devido à grande região...
tracking img