Aristoteles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4571 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARISTÓTELES...
Aristóteles (384-322 a.C) foi um filósofo grego nascido na cidade de Estagira, uma antiga cidade da Macedônia, situada hoje na Grécia, na região da Calcídica, no golfo do rio Estrimão, distante 320 quilômetros de Atenas.
* INFÂNCIA E DRAMA...
Ao nascer, foi colocado aos pés de Nicómaco,para que este exercesse sobre ele o seu direito de vida ou de morte. O pai toma-o nos braços, sinal de que Aristóteles está salvo. Nicómaco quer para o filho um destino grego, talvez porque a Calcídica foi fundada por colonos gregos, vindos de Calcis, na ilha de Eubeia, a terra da mãe. Ao dar-lhe um nome grego, Nicómaco quebra um costume: o filho deveria ter o nome do avô, Macaon.
Duas irmãs maisvelhas existem já na casa do médico Nicómaco. Elas vão estar ligadas a Aristóteles num amplexo familiar que o filósofo jamais renegará. Uma será a mãe de Calístenes, erudito e historiador. Em casa da outra irmã, em Mísia, perto de Pela, se recolherá Aristóteles, após a morte dos pais tendo Proxénos, o cunhado como tutor.
Dois anos depois de Aristóteles, nasce Filipe da Macedónia. Os jovens vãoser companheiros de infância nos jardins do palácio real. Mas, enquanto o filho de Amintas se exercita na cavalaria, no tiro ao arco, na caça, o de Nicómaco não é brilhante em tais artes. Ambos, no entanto, têm a paixão da natureza. Percorrem as florestas, conhecem as plantas, os animais do chão, as aves, os peixes. É aí que Aristóteles desperta para a biologia. As relações entre as duas criançassão afáveis e essa amizade, tão cara a Aristóteles, embora com divergências, prolongar-se-á até ao assassínio de Filipe.
Aristóteles, de fato, prefere as margens do mar Egeu, em Estagira, ao bulício, à confusão, ao fausto, à trepidação militar do palácio de Amintas.
É nesse mar, junto ao monte Athos, que Aristóteles inicia a investigação dos animais, em especial, os marinhos. Ensinado pelopai, terá feito as primeiras dissecações. Também aí que, entre a praia e os rochedos, convive com as gentes do porto, os pescadores, os marinheiros, as crianças do cais e absorve os conhecimentos que lhe transmitem. É, porém, nos livros que satisfaz completamente a sua curiosidade. Conhece de cor os poetas, sobretudo Homero, conhece os filósofos de Atenas e, mesmo sem compreender tudo, memoriza. Nãoé uma criança, aparentemente, sobredotada. É, tão só, o que não é pouco, um jovem curioso, atento,
Aos onze anos, Aristóteles perde os pais. Não se sabe como – se por doença, talvez epidémica, se por acidente.
* O PRIMEIRO EXÍLIO...
Mísia, a casa da irmã Arimnesta e de Proxénos. A adolescência vai vivê-la entre os livros e para os livros. Todas as perguntas vão nascendo no seu espírito e,eventualmente, as respostas. Precisa ainda de uma chave. Essa chave está em Atenas e chama-se Platão.
Aos dezoito anos, em 367, viajou à Atenas para prosseguir os seus estudos e entre as varias opções, escolheu a academia de Platão.
* O MESTRE E O DISCÍPULO...
Há várias escolas na cidade. Mas a Academia de Platão é a mais acreditada. Aristóteles, apesar do seuaspecto elegante, requintado, barba rapada e cabelo cortado, é o provinciano na grande urbe, centro e farol do Mundo. Tem dificuldades na língua do povo com quem se acotovela nas ruas. Ninguém o conhece. A cidade é poeirenta, o ar sufocante, úmido, respira-se mal. Fala-se muito depressa, usam-se expressões que Aristóteles não decifra. Além do mais cicia, quase gagueja, a voz é branda, fraca,tímida. Nunca será um orador, mas um leitor. Na Academia descobrem que é de fora. -Da Macedônia? Sim, nasci lá, responde Aristóteles, prudentemente, como se quisesse que o fato fosse despiciendo, ocasional. Para ele, a prudência é uma virtude que será fundamental na sua ética. Recomendará sempre: prevejam-se as saídas possíveis, imaginem-se as consequências, avaliem-se as dificuldades – antes da...
tracking img