Aristoteles e as 4 causas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (717 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A estrutura da realização em Aristóteles é a teoria das causas. Aristóteles distingue de cada coisa quatro causas: a causa material, a causa formal, a causa eficiente e a causa final. ChamaAristóteles "causa material" aquilo de que é feita uma coisa. Chama "causa formal" aquilo que a coisa vai ser. Chama "causa eficiente" aquilo com o que é feita a coisa. E chama "causa final" aquilo para o qualé feita a coisa 

Duas destas causas são fáceis de discernir, se olharmos bem: a material e a eficiente. A causa material é aquela de que é feita a coisa; a causa eficiente é aquela com que é feita acoisa. Os exemplos que ocorrem imediatamente à mente são sempre exemplos tomados das oficinas dos artífices: o barro, o mármore são a matéria da estátua, são aquilo de que é feita a estátua; sãoa causamaterial da estátua. Os palitos, os dedos do escultor, os movimentos que o escultor imprime ao barro, os golpes que dá com o cinzel e o martelo sobre o mármore, são a causa eficiente, aquilo comque, o instrumento com que é feita a coisa. 

Mas não é tão fácil discernir as outras duas causas: a formal e a final. O próprio Aristóteles às vezes não as discerne muito bem. Acausa final, dir-se-á,é bem clara: é o propósito que o artífice tem. Mas o propósito que o artífice tem, qual é? Se o propósito que o artífice tem é criar um objeto, o qual por sua vez sirva para algo, qual é o seupropósito? A criação do objeto ou aquilo para o qual o objeto serve? Se for este último, poderemos recolocar a pergunta e dizer: aquilo para o que o objeto serve, é por sua vez o último fimque teve o artífice,ou não será senão um meio para outro fim ulterior? E teremos aqui uma progressão infinita como a que vimos nasucessão do ser necessário e do ser contingente. Mas podemos deter-nos e dizer: opropósito do artífice é a criação do objeto. Assim acontece, por exemplo, nas obras de arte, que não têm outra finalidade, senão a de ser o que são. E então, nesse caso, a causa final se confundiria...
tracking img