Arduino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1767 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Conheça o Arduino, uma plataforma de hardware microcontrolada baseada no conceito de software e hardware livres para criação de protótipos de Eletronica.
________________________________________
contato

Monte seu proprio Arduino
by João Alexandre da Silveira



As opções deArduino
O Arduino já montado e testado pode ser adquirido em sites de comercio eletronico tanto aqui no Brasil quanto lá fora. Existe muitas opções de modelos conforme o microcontrolador embarcado, desde o mais simples com o ATmega168 com comunicação RS-232 ou USB e até aqueles com o ATmega1280 com mais memória de programa e mais entradas e saídas digitais. Mas tambem o leitor poderá montar seuproprio Arduino a partir de componentes facilmente encontrados em lojas de componentes eletronicos. Nesse caso propomos um circuito básico com o microcontrolador ATmega8 ou com o ATmega168, alguns resistores e capacitores, um regulador de tensão comum e um conjunto de conectores do tipo mini-latchpara placa de circuito impresso. A placa proposta é de face simples e poderá ser confeccionada por qualquermétodo caseiro, como o já consagrado método térmico a partir de uma impressão a laser. A fonte de alimentação é externa à placa e pode ser qualquer carregador de baterias de aparelhos portáteis, como o de telefones celulares, que forneça tensões entre 9 e 15 volts CC. Veja o circuito completo do nosso protótipo na figura 1 e como ficou a montagem final na figura 2 abaixo.


figura 1: circuitoproposto para montagem
Hardware
Tanto o ATmega8 quanto o ATmega168 pode ser utilizado na montagem do nosso Arduino. Observe que no circuito não aparece o conversor TTL-RS232. Preferimos separar esse circuito da placa principal por uma boa razão: dar a opção ao montador de escolher que tipo de comunicação serial o seu Arduino terá com um PC, se RS-232 ou USB. Para a comunicação RS-232 existe oconversor MAX-232 que é um circuito integrado muito fácil de encontrar em lojas de componentes eletronicos, e por ser do tipo DIL de 16 pinos é tambem muito fácil de montar em uma pequena placa de circuito impresso e ser conectado por um cabo diretamente entre uma porta RS-232 do PC e o conector “SERIAL” que aparece no diagrama.Num outro artigo mostraremos a montagem de um circuito conversorTTL-Serial para ser usado com o nosso Arduino.
Para a comunicação serial USB o conversor é o FT-232RL, um circuito integrado do tipo SMD de 28 pinos, um pouco mais difícil de encontrar no comercio, bem mais caro que o MAX-232 e de montagem mais complicada numa placa de circuito impresso caseira devido ao tamanho e espaçamento entre seus pinos. Mas tanto um tipo quanto o outro de conversor funcionanormalmente com o Arduino. A grande vantagem da USB é que todo PC moderno tem várias dessas portas disponíveis, e só os de mesa, os desktop, ainda estão vindo com duas ou tres portas RS-232.
Descrição do Circuito
O microcontrolador é alimentado com +5 volts nos pinos 7 e 20 provenientes do regulador de tensão integrado LM7805, se o jumper JMP1 estiver na posição “EXT”. Os capacitores C1 a C4 formamos filtros CC de entrada e de saída do regulador. No conector J1 entramos com uma tensão de +9 volts a +15 volts de uma fonte externa ou de um carregador comum de baterias com o positivo no pino central.
O diodo D1 serve de proteção para o circuito no caso de o pino central ser negativo. O LED1, vermelho, acende se a tensão de alimentação do circuito estiver correta. Essa mesma tensão externatambem é disponibilizada no primeiro pino do conector “POWER”. A tensão de +5 volts do regulador LM7805 alem de ser disponibilizada nos pinos dos conectores “POWER” e “SENSOR” segue tambem para o conector “SERIAL” para alimentar a placa externa com o conversor RS-232.
À direita do diagrama temos o microcontrolador e os conectores ICSP, os dois digitais e o analógico. São 14 pinos digitais (D0 a...
tracking img