Arcadismo e principais autores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1347 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARCADISMO – PRINCIPAIS AUTORES

Neste trabalho iremos falar sobre o Arcadismo e seus principais autores, dando ênfase em Bocage e Garção. O Arcadismo, nome dado devido a uma região da Grécia antiga, tem por sua característica: a valorização da vida no campo, crítica à vida do centro urbano, objetividade, idealização da mulher amada, entre outros. Este movimento surgiu e um contexto ondeaconteceram mudanças de pensamentos e transformações sociais. Assim, o Arcadismo foi o contrário do movimento anterior, onde houve um aumento da vida urbana e revoluções ideológicas. Conhecido com o século da Luz, o século XVIII pregava a ciência, o conhecimento e o progresso, sendo entendida com a expressão do intelecto.O Arcadismo em Portugal se deu com a criação da Acardia Lusitana (1756), que era umcélebre da academia literária, onde os seus membros combatiam o espírito barroco e orientar a produção a produção poética para uma estética neoclássica.
Principais Árcades Portugueses eram:
- Manuel Maria Barbosa Du Bocage
- Pedro António Correia Garção
- Manuel de Figueiredo
- Candido Lusitano
- Cruz e Silva
- Filinto Elísio
- José Agostinho de Macedo
- Reis Quita
- Nicolau Tolentino- Marquesa de Alorna

Manuel de Figueiredo
(1725-1801) foi o autor português do século XVIII que mais peças de teatro escreveu e publicou. É ele o principal representante do teatro neoclássico em Portugal que, diga-se de passagem, para lá dos meios intelectuais, pouca aceitação teve por parte do público. Manuel de Figueiredo entra em 1756 para a Arcádia. Lusitana a convite de Correia Garção eadopta o pseudónimo literário de Licíadas Cíntio. Fonte: Alfarrabio Vercial
Cândido Lusitano
Tirante divergências de pormenor, que exemplificaremos, pode dizer-se que a doutrina estética da Arcádia se acha já definida na Arte Poética (1748) de Cândido Lusitano , ou seja, do padre Francisco José Freire (1719-1773), que mais tarde exemplificou uma parte dos seus critérios na Dissertação arcádicaanteposta à sua tradução da Atália de Racine. Além destes trabalhos, da tradução de várias outras tragédias e da Arte Poética de Horácio (1758), Cândido Lusitano distinguiu-se como preceptista gramatical e estilístico, um dos que primeiro verberaram inutilmente o uso do vocabulário estrangeirado, sobretudo o galicismo, nas Reflexões sobre a língua portuguesa (3 volumes, edição 1842) e no DicionárioPoético (1765). Fonte: Alfarrabio Vercial.
Cruz e Silva
Sendo um dos poetas que fundou a Acardia Lusitana, estudou latim, filosofia e direito seguindo a magistratura, sendo nomeado juiz. Foi nomeado posteriormente desembargador no Rio de Janeiro, onde viveu até a sua morte. Suas principais obras são: Odes Pindáricas, 1801; O Hissope, 1802; Poesias (1807 a 1817), Jornadas (romance pastoral); ADegolação do Baptista (drama lírico); Loa a São Sebastião.

Filinto Elísio
Nascido em Lisboa, foi um tradutor português do Neoclassicismo. Seu nome era Francisco Manuel do Nascimento, sendo Filinto Elísio seu pseudônimo. Foi sacerdote e o seu pensamento o levou a Inquisição pelo Padre José Manuel de Leiva que o acusou de afirmação de literatura herética proibida. Conseguindo se exilar dePortugal disfarçado, foi se exilar em Paris onde viver até a sua morte. As suas principais obras foram: Obras completas (1818 – 1819) e traduções como Os mártires de Chateaubriand.

José Agostinho de Macedo
Escritor polêmico e agressivo, adepto ao miguelismo, foi várias vezes julgado pelas suas atitudes de desmando e roubos. Nasceu em 1761 e morreu em 1831. Segundo a infopédia “A sua atividade desatírico e panfletário começou a sentir-se na impiedosa sátira que dirigiu a seu inimigo Bocage, a que este replicou com formosa Pena de Talião na agressão em verso a Pato Moniz e na obra Os Burros”.

Reis Quita
Com ofício de cabeleireiro da época, foi o poeta foi eleito sócio da Acardia Lusitana, onde passou a usar o nome Alcino Micénio, promovido a bibliotecário do conde de S. Lourenço....
tracking img