Aquisição da linguagem oral e de sinais na visão de piaget.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11174 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL

AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM ORAL E DE SINAIS NA VISÃO DE PIAGET.

COLOMBO
2008

AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM ORAL E DE SINAIS NA VISÃO DE PIAGET.

COLOMBO
2008

AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM ORAL E DE SINAIS NA VISÃO DE PIAGET.

Trabalho de Conclusão de Curso aprovado como requisito parcial para obtenção do título de Especialista empela Universidade Luterana do Brasil.

Obteve o grau:

Professor Orientador:

__________________________________
Prof. Nilva Volpi

COLOMBO
2008

Introdução

Esta monografia irá abordar a aquisição da linguagem segundo Piaget e alinguagem de sinais. Não há dúvida de que a função biológica da fala é a comunicação intra-espécie. Como meio de comunicação, a fala deve ser algo passível de discriminação e expressão externa, que pode ser dado ou recebido por outro.
Embora a função mais óbvia da linguagem seja comunicar idéias, a linguagem tem quatro funções adicionais. Ela permite aos usuários a entender sua sociedade ecultura, ajuda a estabelecer e manter relações sociais permite que os usuários classifiquem eventos em categorias lingüísticas, e auxiliem o raciocínio.
O comportamento de fala é típico de uma sociedade, a linguagem na espécie humana é a liberação imediata que distingue o símbolo do sinal. No capítulo I, fala a respeito de Piaget, a psicologia deve muito a ele, foi o primeiro pesquisador aestudar a percepção e a lógica infantil. Em vez de enumerar as deficiências do raciocínio infantil, em comparação com o adulto, Piaget se concentrou nas características distintivas do pensamento das crianças, naquilo que elas têm, e não o que lhes falta, podendo assim demonstrar a diferença que existe entre o adulto e a criança.
A idéia de Piaget é muito simples, uma criança não é um adultoem “miniatura”, a mente de uma criança está numa escola menor do que a do adulto. As intenções de Piaget ao estudar o comportamento verbal das crianças, não têm influência alguma na linguagem, não estando ligado a nenhuma forma de habilidade lingüística. Piaget propôs o desenvolvimento cognitivo em estágios, significando que a inteligência e as características da criança muda com o tempo.O autor divide os períodos do desenvolvimento de acordo com o aparecimento de novas qualidades do pensamento: 1º período: sensório-motor
(0 a 2 anos); 2º período: pré-operatório (2 a 7 anos); 3º período: operações concretas (7 a 11 ou 12 anos); 4º período: operações formais (11 ou 12 anos em diante). Na aquisição da linguagem, Piaget propõe 3 (três) fases, que são:1º) períodosensório-motor: 0 a 2 anos; 2º) período simbólico: 2 aos 6 ou 7 anos, 3º) período conceptual: 7 anos em diante. Essas fases estarão especificadas com mais detalhes, no decorrer da monografia.
O Capítulo II aborda uma outra forma de linguagem, que também faz parte da vida de algumas pessoas, os chamados Deficientes Auditivos (D.A.) que não deixa de ser eficientes, pois já que a linguagem é uma maneirade comunicação, e a libras é uma forma dos deficientes auditivos se comunicarem. Quase por esquecida, mas de extrema importância, até porque com o projeto de inclusão, os educadores estão a todo o momento recebendo essa clientela nas escolas.
Propõe-se com o objetivo geral, apontar duas maneiras diferentes, mas eficientes de comunicação, uma delas consiste na linguagem falada (verbal)através da teoria piagetiana e a outra, através da linguagem de sinais (libras).

DISCUSSÃO TEÓRICA

Vida e Obras: PIAGET, Jean

Jean Piaget (1960-1980), mais conhecido dos teóricos que defendem a visão interacionista de desenvolvimento. Formado em Biologia e Filosofia, dedicou-se a investigar cientificamente como se forma o conhecimento. Ele considerou que se estudasse cuidadosamente e...
tracking img