Aps lpoo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6828 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE UTILIZANDO CONCEITOS DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS.

Objetivo do Trabalho
O objetivo deste trabalho é mostrar um exemplo prático e didático do uso de dois conceitos básicos da metodologia OOP: herança e polimorfismo. Estes dois conceitos quando usados em conjunto permite ganhos extraordinários na codificação de rotinas, evitandoreplicações desnecessárias de estruturas do tipo If..Then, Select ou Cases, e aumentando sensivelmente a produtividade do desenvolvedor. Este exemplo mostra a criação da superclasse Mamífero e de três subclasses: Homem, Cão e Gato. Usando o conceito de herança, o método Comunicar (originário da classe Mamífero) é herdado pelas subclasses; e através do conceito de polimorfismo, esse método é redefinidofacilmente para as subclasses, (falar para o homens, latir para os cães e miar para os gatos) mostrando o quanto se ganha em produtividade na criação de sistemas com a reutilização de código (vide Figura 1). Como mostra o exemplo da figura 2, quando executamos o método Comunicar (originário da superclasse Mamífero) ele é redefinido para latir, de modo que a instância Totó o execute adequadamente,evidenciando a importância do polimorfismo

Introdução UM BREVE HISTÓRICO DE LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO

Os caminhos da programação têm mudado dramaticamente desde a invenção do computador. A primeira razão para as mudanças é acomodar o aumento da complexidade dos programas. Por exemplo, quando os computadores foram inventados, a programação era feita por chaveamentos em instruções binárias demáquina, usando-se o painel frontal. Enquanto os programas continham somente algumas centenas de instruções, esse método funcionava. Quando cresceram, a linguagem Assembly foi inventada para permitir a um programador. manipular complexidades. A primeira linguagem de alto nível difundida foi, obviamente, FORTRAN. Ainda que o FORTRAN tenha dado um primeiro passo bastante considerável, é umalinguagem que somente torna os programas mais claros e fáceis de entender do que o Assembly, sem introduzir mudanças consideráveis no estilo de programação. Nos anos 60 nasceu a programação estruturada. Esse é o método estimulado por linguagens como C e Pascal. Usando-se linguagens estruturadas, foi possível, pela primeira vez, escrever programas moderadamente complexos de maneira razoavelmente fácil.Entretanto, com programação estruturada, quando um projeto atinge um certo tamanho, torna-se extremamente difícil e muito custoso efetuar sua manutenção e fazer qualquer modificação. A cada marco no desenvolvimento da programação, métodos foram criados para permitir ao programador tratar com complexidades incrivelmente grandes. Cada passo combinava os melhores elementos dos métodos anteriores comelementos mais avançados. Atualmente, muitos projetos estão próximos ou no ponto em que o tratamento estruturado não mais funciona. Para resolver esse problema, a programação orientada a objetos foi criada. A programação orientada a objetos aproveitou as melhores idéias da programação estruturada e combinou-as com novos conceitos poderosos que levam a ver na tarefa de programação uma nova luz,permitindo que um problema seja mais facilmente decomposto em subgrupos relacionados. Então, usando-se a linguagem, pode-se traduzir esses subgrupos em objetos. PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

Uma das atividades mais interessantes em Informática é certamente a busca constante de melhorias nas linguagens e técnicas para o desenvolvimento de software. Desta busca decorrem as transformações eevoluções das linguagens de programação, surgindo novas linguagens e novos paradigmas. A Programação Orientada a Objetos utiliza os conceitos que aprendemos no jardim de infância: objetos e atributos, todos e partes, classes e membros. É difícil explicar por que demoramos tanto a aplicar estes conceitos à análise e especificação de sistemas de informações - talvez porque estivéssemos ocupados demais...
tracking img