Apropriação da linguagem e escrita e o trabalho alfabetizador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7220 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A APROPRIAÇÃO DA LINGUAGEM ESCRITA E O TRABALHO ALFABETIZADOR NA ESCOLA
CECÍLIA MARIA GOULART Programa de Pós-Graduação e Educação da Universidade Federal Fluminense Coordenadora do GT Alfabetização, Leitura e Escrita da ANPEd RESUMO
O artigo apresenta um estudo do processo de produção de textos escritos vivenciado por dez crianças de 6 anos em uma classe de alfabetização. O trabalho pedagógicorealizado pela professora tem relevância teórica e metodológica para este estudo. Dois objetivos foram definidos: (i) caracterizar as estratégias utilizadas pelas crianças para se aproximarem das convenções do sistema de escrita, notadamente, o princípio alfabético e a segmentação do texto em palavras; e (ii) caracterizar a atividade de elaboração e reelaboração do conhecimento lingüístico,evidenciando a atividade epilingüística das crianças e deixando emergir o sujeito da/na linguagem. São analisados 115 textos, produzidos ao longo de um semestre. É utilizada uma metodologia de investigação indiciária, com base em Ginzburg (1989). A análise dos dados apontou estratégias singulares e estratégias comuns de aproximação do sistema de escrita pelas crianças. Os saberes advindos dos textosescritos a que as crianças têm acesso, principalmente, organizaram as suas produções. A atividade epilingüística se manifestou durante todo o período estudado, em vários níveis. Concluo que o percurso de produção dos textos escritos é próprio de cada sujeito: o processo funda-se na escrita social e converge para a escrita social por caminhos singulares.
ALFABETIZAÇÃO – MÉTODO DE ALFABETIZAÇÃO –ESCRITA

ABSTRACT
THE BEGINNINGS OF WRITING AND PEDAGOGICAL WORK. The article presents a study on the process of production of texts written by ten children, during school time, in the elementary class, attended by six years old children. The pedagogical work of the children’s teacher is theoretically and methodologically relevant to the study. Two aims were defined: (i) to characterize thestrategies used by children to come close to the conventions of the writing system, specially the alphabetic principle and the segmentation of the text in words; and (ii) to characterize the continuous activity of elaboration and reelaboration of linguistic knowledge, from where we think the subject in/of the language. A corpus of 115 texts produced along a semester was analyzed. The methodologyutilized is that of indicial investigation, based on Ginzburg (1989). The analysis of the data showed the children’s singular and general strategies to come close to the writing system. The children’s production is organized, chiefly, according to knowledge originated from the written texts accessible to them. The children’s epilinguistic activity was expressed during the whole semester, on differentlevels. The analysis of the children’s procedures pointed out that the process of constructing up written texts is peculiar to each subject; the process is based on social writing and tends toward social writing, in individually different ways.

O texto é parte dos resultados da pesquisa, financiada pelo CNPq, “Era uma vez os sete cabritinhos: a gênese do processo de produção de textos escritos”,apresentada como tese de doutorado ao Departamento de Letras da PUC-Rio, em março de 1997. O trabalho também foi apresentado na 50ª Reunião Anual da SBPC, em julho de 1998, em Natal (RN), com o patrocínio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro – Faperj.

Cadernos de Pesquisa, nº 110, p. 157-175, julho/ 2000

157

INTRODUÇÃO A apropriação da linguagem escrita, naperspectiva das práticas sociais letradas, vem sendo estudada como uma aprendizagem conceitual de grande complexidade. O trabalho pedagógico realizado nas classes de alfabetização, em geral, não se tem mostrado suficiente para formar leitores e escritores proficientes. As crianças aprendem a decodificar letras em sons, no caso da leitura, e a codificar sons em letras no caso da escrita, sem no entanto...
tracking img