Apreciação crítica do filme tempos modernos - charles chaplin

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (597 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Apreciação crítica do filme Tempos Modernos

Tempos Modernos é bem antigo foi, produzido no ano de 1936, com uma linguagem antiga e trata de um tema muito atual para a época do filme. Nenhumaquestão relevante passou despercebida à inteligência crítica de Charles Chaplin, que em 87 minutos sintetizou a agonia da classe trabalhadora. A produção do filme é bem simples e o filme conta com recursosdisponíveis na época para retratar um tema da época.
O filme inicia mostrando ao fundo um grande relógio, o símbolo maior dos Tempos Modernos. Tempo é dinheiro e reside aí o espírito do capitalismo.Um passo à frente tem um rebanho de gado-gente, correndo desesperado para o abatedouro- fábrica. Chaplin não esconde sua visão da bestialidade humana. Gente que se submete a viver amontoada, sempropósito, como gado domesticado. Mais do que o Capitalismo critica profundamente a Sociedade Industrial, seu ritmo alucinante, a falta de qualidade de vida e seus propósitos irracionais. Evidencia que avelocidade da máquina não pode ser a velocidade do ser humano, sob pena de não termos mais seres humanos, apenas bestas humanas.
Não muito diferente do que vemos hoje, rodeados por máquinas,computadores, gravatas e sapatos apertados, correria e mais correria. Muitas vezes o empresário sendo injusto com o trabalhador, que recebe pouco e trabalha muito.
O relógio, as pessoas caminhando como gado,já seriam elementos suficientes para analisarmos com mais consciência o sistema de vida proporcionado pela visão industrial-capitalista. Mas, ele aprofunda ainda mais esta sua crítica ao abordar, comdetalhes, a questão da Linha de Montagem e suas seqüelas desastrosas na psique humana.
O esforço humano em trabalhar como um relógio, dentro de um sistema de repetição mecânica, contínua ecronometrada, acaba por levar a pessoa a ficar com sérios problemas neurológicos e psicológicos. Os mais fortes acabam sobrevivendo como se fossem máquinas, em um cotidiano sem esperança, criatividade ou...
tracking img