Apostila vitrines

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VITRINISMO





[pic]











CONSTRUÇÃO E PRAZER





Por Fabiane Ewald Saad












INTRODUÇÃO






“Ninguém inventa substâncias novas, mas alguns sabem articulá-las de modo inesperado, produzindo, às vezes, efeitos de sentidos iluminadores e gostos bons.” (Eric Landowiski)






Já dizia Chacrinha,o velho guerreiro, que “quem não se comunica, se trumbica”.


Em um mundo cada vez mais movido à informação, esse antigo ditado é mais válido do que nunca, especialmente se o comunicador em questão for uma empresa ou alguém que precisa vender produtos ou serviços. Qualquer pessoa sabe que a comunicação é arma indispensável para se vender. Silenciosamente, ninguém vende nada.Trazendo essa premissa para o varejo, e principalmente para as óticas, é possível dizer que dentre todas as formas de comunicação (cartazes, banners, letreiros, sites, malas-diretas, anúncios, entre outras), a vitrine (ou vitrina) é uma das mais poderosas ferramentas de vendas.


Não só nas óticas, como em qualquer outro segmento de varejo, a vitrine corresponde ao marketingmais imediato que um lojista pode lançar mão para conquistar o consumidor. Ter uma vitrine bem montada, sedutora, que atraia a atenção e desperte nos clientes o desejo pelos óculos, muitas vezes é o segredo do sucesso.


O vitrinismo é considerado hoje uma área do chamado Visual Merchandising, ou seja, a técnica de mercado que se baseia em seduzir o cliente por meio do apelo visual. Écriar uma aparência que estimule, de forma consciente ou não, o consumidor a comprar.


Estudiosos do vitrinismo dizem que uma exposição bem elaborada dos produtos pode ser responsável, de uma maneira geral, por algo entre 50% a 75% das vendas (o índice aumenta ou diminui de acordo com o segmento do varejo). Subestimar o poder das vitrines é um erro se levarmos em conta que elas sãoparte de uma nova forma de consumir: hoje, as pessoas buscam nas compras sensações diferentes, diversões, estímulos, e não apenas a satisfação de suas necessidades pessoais.


Apesar disso, muitos lojistas não têm acesso às informações sobre a área e não sabem exatamente do que uma vitrina é capaz, esse será foco do presente trabalho.


A vitrina e uma forma de manipularo observador e levá-lo a compra, fora seus clientes habituais o que leva uma pessoa a entrar em uma loja e a VITRINA.


HISTÓRIA DA VITRINA


Nos seus primórdios o comércio era algo parecido com as feiras livres de hoje. A diferença e que não existia essa preocupação programada com o cliente. No inicio o comércio era baseado no escambo, ou seja, não havia moeda e trocas deprodutos ocorriam em feiras. Com o tempo foram surgindo as lojas, até que aparecerem os mercados.


No século I foi construído em Roma o mercado do Trajano,que possuía 150 lojas espalhadas em cinco andares.


Mas o que marca o início das vitrinas é o surgimento das padarias e docerias na Itália. Outro fato foi a concorrência entre os mercadores, que compravam ou trocavamdeterminada mercadoria. Os dois fatores já mostravam uma preocupação maior com a forma de exposição.


No século XVIII já existiam lojas por toda a Europa, e foi nessa época que a palavra VITRINA começou a ser utilizada. A Revolução Industrial modificou o mundo. No séc XIX a Europa e os Estados Unidos apresentavam as grandes lojas,sendo que o publico de alto poder aquisitivo,estavamreservados a lojas luxuosas.Nesse período o vidro começou a separar a mercadoria do publico.


Em 1890 surgiram os primeiros manequins.


Muito longe do que conhecemos hoje, os manequins eram feitos de cera e muito pesados, somente no início do séc. XX é que surgiram manequins de papel machê. O que resolveu muitos problemas, porque eram leves e não derretiam como os de cera....
tracking img