Apostila de xadrez

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4497 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO


1 UM POUCO DE HISTÓRIA 3

1.1 No mundo 3

1.2 No Brasil 3

2 REGRAS BÁSICAS 5

2.1 Tabuleiro 5

2.2 Peças 6

2.3 Movimentos das peças 7

2.4 Xeque e xeque-mate 10

2.5 Movimentos especiais 12

2.5.1 Roque 12

2.5.2 Promoção 13

2.5.3 Captura “en passant” 13

2.5.4 Empate 14

2.5.5 Notação 16

3 PARTIDAS 18

3.1 Mate do louco 18

3.2Mate pastor 18

3.3 Mate legal 19

3.4 Mate da ópera 19

3.5 Mate imortal 20

3.6 Mate da sempre-viva 20

4 PRINCÍPIOS GERAIS 21

4.1 Abertura 21

4.2 Meio-jogo 21

4.3 Final 22

5 CONSELHOS 23

5.1 Práticos 23

5.2 Éticos 24
1 UM POUCO DE HISTÓRIA

1.1 No mundo


A maioria dos historiadores acredita que o xadrez foi inventado na região noroeste daÍndia em torno do século VI D.C. Descobertas arqueológicas da década passada sugerem que mesmo antes do século VI D.C, o jogo de xadrez já estava sendo levado da Índia para a China, onde passou a ser conhecido como “o jogo do elefante”.
No antigo jogo de xadrez existiam o vizir, o elefante, o cavalo, o navio e os soldados. Curiosamente, o movimento das peças era determinado pelo lançamento dedados. Ele ainda é jogado desta forma na Índia, no centro-oeste e sudeste da Ásia.
No século VII D.C., o xadrez foi difundido pela Pérsia. Com a expansão do islamismo, chegou até a Europa no início do século IX. Nesta ocasião, o vizir transformou-se em rainha, mudando não só de sexo, como de posição social. Os primeiros manuscritos consagrados ao xadrez foram escritos por teóricosárabes. O mais antigo de que se tem notícia, é o Manuscrito de Al Adli, redigido por volta do ano 840.
No final do século XV, surgiu na Renascença italiana a inovação que revolucionaria o xadrez: a dama adquiriu a habilidade de mover-se em todos os sentidos, sem limite do número de casas. Esta drástica mudança ficou conhecida em toda a Europa como “o xadrez da rainha enlouquecida”.Muitos livros foram então publicados para ensinar o leitor a jogar xadrez. O mais interessante deles foi provavelmente “Lês Échecs amoureux”, publicado em Paris, em 1508. O autor escreve à amada, ensinando-a como jogar xadrez para distraí-la do assédio dos rivais.
Entretanto, foi em meados do século XVIII que o xadrez adquiriu a sua forma atual, com a publicação do livro “L’Analyse du jeu deséchecs”. Nesta obra o xadrez é apresentado pelo seu autor, Phillidor, como ciência, possuindo princípios teóricos próprios.
Em 1836, surgiu na França a revista “Lê Palamède”, a primeira dedicada inteiramente ao xadrez.
Em 1924, foi fundada em Paris a “Fédération Internacionale des Échecs – FIDE”, eu possui atualmente certa de 150 países filiados. Ela é a segunda maior federaçãodo mundo, logo após a Federação Internacional de Futebol – FIFA.
Em dezembro de 1986, a FIDE e a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – UNESCO, criaram a” (Commission for Chess in Schools” Comissão para Xadrez em Escolas), visando a difusão deste esporte como instrumento pedagógico e cultural.

1.2 No Brasil

No início do século XIX, com a mudançada corte portuguesa para o Brasil, foi introduzido o xadrez no país. Hoje em dia, os visitantes do Museu Histórico Nacional, localizado no Rio de Janeiro, podem apreciar um jogo que foi propriedade de D. Pedro I. Este conjunto de peças é ricamente trabalhado em marfim e ainda possui elefantes.
Em 1850, foi publicado no Rio de Janeiro o primeiro livro brasileiro deste esporte, intitulado “OPerfeito Jogador de Xadrez”, de autoria do desembargador Henrique Velloso D’Oliveira.
O primeiro clube de xadrez foi fundado em 1877, também no Rio de Janeiro, e sua primeira diretoria foi composta por Arthur Napoleão, célebre pianista, Caldas Viana (o Vicente de Pirapetinga) e Machado de Assis, o mais famoso escritor brasileiro do século XIX.
A Confederação Brasileira de...
tracking img