Apostila de so

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 53 (13027 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Colégio Técnico Universitário – CTU Curso Técnico de Informática Industrial

Professor: Stênio Sã Rosário F. Soares

Disciplina: Introdução a Sistemas Operacionais Material de Apoio

-1-

Este material é o resultado da compilação de vários outros materiais utilizados na apresentação da disciplina de Introdução a Sistemas Operacionais. Os primeiros três capítulos foram extraídos dematerial elaborado por mim e pelas professoras Cristiane Targa e Melba Gorza quando ministramos as disciplinas de Introdução à Informática e Informática I na Universidade Federal Fluminense, bem como do material do Prof. Sandro, disponível no site do CTU. O Capítulo 4, que trata do Sistema Operacional Linux foi integralmente obtido no endereço http://200.129.176.74/~bruno/.

-2-

Capítulo 1Evolução Histórica do Hardware
Este capítulo é para os alunos curiosos, aqueles que não perdem oportunidade de saber um pouco além do conteúdo da matéria. Não será cobrado diretamente nas avaliações, mas certamente é importante que o profissional técnico tenha uma idéia do que foi o passado das suas ferramentas de trabalho.

Centenas de computadores de diferentes tipos têm sido projetadas e construídasdurante a evolução do computador digital moderno. A maioria já foi esquecida, mas alguns tiveram um impacto significativo nas idéias modernas. A seguir, daremos uma visão breve de alguns destes desenvolvimentos-chave históricos, para conseguir uma melhor compreensão de como chegamos até onde estamos agora. 1) Geração Zero – Computadores Mecânicos (1642-1945) Antes do surgimento dos algarismosarábicos, os cálculos eram efetuados através do ábaco, um instrumento criado provavelmente pelos Sumérios, um povo que habitava a Mesopotâmia, por volta de 500 a.C. A palavra ábaco vem do grego abax, que significa tábua de cálculo. Era constituído por um conjunto de bolinhas, atravessadas por um fio pelo qual podiam deslizar. Certas regiões do Oriente mantêm ainda hoje o costume de utilizar o ábacocomo instrumento para efetuar cálculos. A primeira pessoa a construir uma máquina de calcular foi o cientista francês Blaise Pascal, em cuja honra deu-se o nome à linguagem de programação Pascal. Este aparelho, construído em 1642, quando Pascal tinha apenas 19 anos, foi projetado para ajudar seu pai, um coletor de impostos para o governo francês. Era inteiramente mecânico, utilizava engrenagens efuncionava através de uma manivela (operação manual). A máquina de Pascal podia apenas subtrair e somar, porém trinta anos mais tarde o matemático alemão Barão Gottfried Wilhelm von Leibniz construiu uma outra máquina mecânica que podia também multiplicar e dividir. De fato, Leibniz construiu o equivalente a uma calculadora de bolso de quatro funções, há mais de três séculos. Nada mais aconteceudurante 150 anos até que um professor de matemática na Universidade de Cambridge, Charles Babbage projetou e construiu sua máquina de diferenças. Este dispositivo mecânico, que do mesmo modo que o de Pascal só podia somar e subtrair, foi projetado para calcular tabelas de números úteis à navegação. A máquina foi projetada para executar um algoritmo simples, o método das diferenças finitas utilizandopolinômios. O aspecto mais importante da máquina de diferenças era seu método de saída: ela perfurava os resultados numa placa de cobre. Seria o método de escrita percursor do advento dos cartões perfurados e discos. -3-

Embora a máquina de diferenças funcionasse razoavelmente bem, Babbage logo cansouse dela, pois podia executar apenas um algoritmo. Ele começou então a dedicar o seu tempo noprojeto e construção de uma máquina sucessora, a máquina analítica (1834). Esta máquina possuía quatro componentes: o armazenamento (memória), o engenho (a unidade de cálculo), a seção de entrada (leitora de cartões perfurados) e a seção de saída (saída perfurada e impressa). O armazenamento tinha capacidade de guardar 1000 valores de 50 dígitos, sejam eles operandos ou resultados de operações....
tracking img