Apostila de aph

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO 4
CINEMÁTICA DO TRAUMA
1. Introdução
Trauma é uma lesão caracterizada por uma alteração estrutural ou fisiológica resul-
tante da ação de um agente externo que resulta na exposição a uma energia (mecânica,
térmica, elétrica), esta energia pode ter origens bio-físico-químicas.
As mortes ocasionadas por traumas ocupam entre a segunda ou terceira posição
geral na morbidadedos países, (perdendo apenas para as doenças cardiovasculares e
neoplasias). Porém entre os indivíduos das faixas etárias inferiores a 40 anos é a principal
causa de morte.
Cada vítima de trauma aparenta ter suas próprias apresentações de lesões, mas
na verdade muitos pacientes possuem métodos similares de traumatismos. O conheci-
mento destes mecanismos de lesões permitirão aomédico e socorrista um rápido diag-
nóstico ou pelo menos a suspeita das lesões através de métodos usuais.
No atendimento inicial do traumatizado devemos apreciar criteriosamente os meca-
nismos que produziram os ferimentos. Entendendo os mecanismos de trauma e manten-
do um alto grau de suspeita, o socorrista ganha em aptidão para diagnosticar os ferimen-
tos ocultos e um precioso tempona instituição do tratamento. Todo ferimento potencial-
mente presente deve ser investigado, tendo em vista o mecanismo de trauma em ques-
tão.
“Saber onde procurar lesões e tão importante quanto saber o que fazer após encon-
tra-las”
Embora existam vários mecanismos de trauma os mais comuns relacionam-se com
o movimento, respondendo pela maioria das mortes por trauma.
Cinemática doTrauma é portanto o processo de análise e avaliação da cena do
acidente, com o escopo de se estabelecer um diagnóstico o mais precoce possível das le-
sões resultantes da energia, força e movimentos envolvidos. Através da cinemática do
trauma o socorrista pode informar ao médico intervencionista e/ou regulador dados de
suma importância para o tratamento mais adequadoa ser dispensado na fase hospitalar,
e também guiar seu próprio atendimento pré-hospitalar. Esta ciência é baseada em princí-
pios fundamentais da física:
- Primeira Lei de Newton -"Todo corpo permanece em seu estado de repouso ou
de movimento uniforme em linha reta, a menos que seja obrigado a mudar seu estado por
forças impressas a ele." - Princípio da Inércia. (Mesmo que umcarro colida e pare, as
- 60 -

[pic]
[pic]
pessoas no seu interior continuam em movimento até colidirem com o painel, direção, pa-
rarias etc.)
Mas, por que este repentino início ou parada de movimento resulta em trauma ou
lesões? Esta questão é respondida por um segundo princípio da Física:
“A energia pode ser transformada de uma forma em outra em um sistema isolado,
mas não podeser criada ou destruída; a energia total do sistema sempre permanece
constante”. Considerando-se o movimento de um carro como uma forma de energia
(energia cinética), quando o carro colide, esta forma de energia é transformada em outras
(mecânica, térmica, elétrica, química).
Considerando que E = m. V² , sendo E = energia cinética (movimento)
2 m = massa(peso)
V = velocidade
Conclui-se que quanto maior a velocidade, maior a troca de energia resultando as-
sim em maiores danos aos organismos envolvidos.
Para que um objeto em movimento perca velocidade é necessário que sua energia
de movimento seja transmitida a outro objeto. Esta transferência de energia ocorre quan-
do, por exemplo um objeto em movimento colide contra o corpo humano ou quando ocor-
po humano em movimento é lançado contra um objeto parado, os tecidos do corpo huma-
no são deslocados violentamente para longe do local do impacto pela transmissão de
energia, criando uma cavidade, este fenômeno chama-se cavitação. A avaliação da ex-
tensão da lesão tecidual é mais difícil quando não existe penetração cutânea do que
quando há uma...
tracking img