APEX

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2492 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
ECONOMIA DE TRANSIÇÃO PARA O TRABALHO ASSALARIADO – SÉCULO XIX
Ao final do século XVIII a colônia portuguesa passava por um período de declínio econômico, com uma acentuada queda na receita das exportações dos bens aqui produzidos, onde o Brasil só obteve uma recuperação de forma temporária e excepcional, devido a um cenário mundial atípico.
É nesse momento em que o Maranhão, através da ajudafinanceira do Marquês de Pombal, vivencia um crescimento em contrapartida às outras regiões do território português. Sendo assim, enquanto as regiões produtoras de açúcar e as regiões mineradoras encontravam-se em um momento de decadência, ele foi o único a obter uma aparente prosperidade devido à ênfase dada na produção de produtos tropicais, no caso algodão e arroz, ambos os produtos queestavam em alta no mercado. Foi um período marcado por três importantes acontecimentos: A guerra de Independência dos EUA, Revolução Francesa e as Guerras Napoleônicas.
Esses acontecimentos, somados a transferência do governo metropolitano, a abertura dos portos, a Revolução no Haiti e às dificuldades nas colônias espanholas, fizeram surgir um momento de recuperação econômica, abrindo espaço parapraticamente todos os produtos de exportação local, como o açúcar, algodão, produtos tropicais e couros em um período temporário de elevação dos preços. Vale lembrar que foi um período fora dos padrões, sendo assim, superados esses problemas a economia colonial portuguesa volta a sofrer com dificuldades nas exportações.
Foi a partir daí que houve uma aceleração da evolução política e uma continuaçãodas dificuldades econômicas a partir da escassez do ouro. Além disso, o conflito entre França e Portugal, que resultou na vinda da corte portuguesa ao Brasil, fez com que houvesse uma mudança de postura em relação à colônia brasileira.
A “cooperação” entre a corte e a Inglaterra gerou uma parceria entre ambos, resultando na “abertura dos portos” e, logo em seguida, nos tratados de 1810, osquais limitavam a autonomia econômica do governo, privilegiando os ingleses. Mais a frente esses acordos refletiram negativamente nos resultados das politicas regionais, dado as baixas tarifas, ás limitações de importação de maquinários e ao pouco beneficio para o governo brasileiro.
Alguns pontos que devem ser observados em relação à política local após a independência das colônias é a diferençaentre o modo de exploração que foi praticado durante o período colonial. No caso do Brasil todos os recursos produzidos pela colônia eram enviados à metrópole, o que não fomentava um mercado interno de consumo, já em relação aos EUA, a Inglaterra tinha uma prioridade na comercialização das produções, no segundo caso havia reinvestimento de recursos em âmbito interno, o que fez com que essa colôniaprogredisse em relação à primeira. É nesse sentido que o Visconde de Cairu e o Visconde de Strangford comparam ambas as regiões nesse pós-independência e tais características refletiram na formulação do novo Estado independente.
Essa configuração descrita acima fica evidente ao analisar as novas lideranças no Brasil, os grandes senhores agrícolas, que tinham grande influência sob a economia e astomadas de decisões dos dirigentes do país, dado que éramos um país prioritariamente agrícola.
Em meados do século XIX surgiram alguns conflitos entre Inglaterra e os grandes senhores agrícolas, por uma falta de coerência dos ingleses para com a ideologia liberal que pregavam, onde o Brasil possuía acordos que privilegiavam os interesses britânicos, sem uma contrapartida dos mesmos, uma vez queo mercado dos produtos brasileiros concorria com o de outras colônias inglesas, as Antilhas, por exemplo. Além disso, a Inglaterra pretendia impor uma proibição ao tráfico de escravos, que era a principal mão-de-obra utilizada na agricultura local, que geraria um forte temor de elevação de custos de produção.
Devido ao privilegio que a Inglaterra possuía em relação ao comercio com o Brasil,...
tracking img