Apartheid

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1155 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
(A Ditadura Racial)
Por Sancler de Brito Souza


Origem

A palavra “Apartheid” é de origem Africânder (língua Sul-Africana constituída de holandês do século XVII misturado com outras línguas européias e pelo menos duas africanas)
Apartheid (lê-se “apartáid”)


Apartheid

Política de segregação racial praticada na República da África do Sul.Essa política significa “separação” e descreve a rígida divisão racial entre a minoria branca governante e a maioria negra.
  

História do Apartheid

  Em 1487, quando o navegador português “Bartolomeu Dias” dobrou o Cabo da Boa Esperança, os europeus chegaram à região da África do Sul. Nos anos seguintes, a região foi povoada por holandeses, franceses, ingleses e alemães.

[pic] Cabo daBoa Esperança

Implantada aos poucos desde 1926, a política de apartheid tornou explosivos os conflitos étnicos, culturais, político-sociais da África do Sul, provocando intenso repúdio por parte da opinião mundial.
O Apartheid ganhou força e foi oficializado em 1948, quando o Partido Nacional (NP), dos brancos, assumiu o poder. Nas eleições de 1948, saiu vencedor o Partido Nacional liderado por“Daniel F. Malan”, que começou a aplicar o duro conceito de apartheid.
A África do Sul foi uma região dominada por colonizadores de origem inglesa e holandesa, após a *Guerra dos Boeres (1902).


* Guerra dos Boeres (1899-1902), conflito no sul da África entre a Grã-Bretanha e os aliados africânderes do Transvaal (anteriormente Transvaal do Norte, província da República da África do Sul), edo Estado Livre de Orange,( rio da África Meridional que nasce nos declives ocidentais dos Montes Drakensberg, em Lesoto e corre no sentido sudoeste até a África do Sul) no territótrio que, atualmente, constitui a África do Sul. Durante o século XIX, depois que a Grã-Bretanha conquistou (1814) o Cabo da Boa Esperança e expandiu suas possessões no sul da África, surgiram sentimentos hostis entre apopulação de ascendência holandesa, conhecida como bôer ou africânder.


O apartheid foi um dos regimes de discriminação mais cruéis de que se tem notícia no mundo.


Regime do Apartheid

Esse regime de segregação racial - conhecido como apartheid - começou a ficar definido com a decretação do Ato de Terras Nativas e as Leis do Passe.
“O Ato de Terras Nativas” forçou o negro a viver emreservas especiais, criando uma gritante desigualdade na divisão de terras do país, já que esse grupo formado por 23 milhões de pessoas ocuparia 13% do território, enquanto os outros 87% das terras seriam ocupados pelos 4,5 milhões de brancos. A lei proibia que negros comprassem terras fora da área delimitada, impossibilitando-a de ascender economicamente ao mesmo tempo em que garantia mão de obrabarata para os latifundiários brancos.
As “Leis do Passe” obrigava os negros a apresentarem o passaporte para poderem se locomover dentro do território, para obter emprego.

Nas cidades eram permitidos negros que executassem trabalhos essenciais, mas que viviam em áreas isoladas (guetos, locais miseráveis e superpovoados) os negros não podiam ser proprietários de terras, não tinham direito departicipação na política. Os casamentos e relações sexuais entre pessoas de raças diferentes eram ilegais, nem namorar podiam. Os negros geralmente trabalhavam nas minas, comandados por capatazes brancos. Cada território negro, chamado bantustan (terra dos bantos), é uma reserva indígena a que os brancos foram dando autonomia administrativa. Em 1980 já havia oito. A miséria crescente levava oshomens a trabalharem nas cidades ou imediações, como "imigrantes".

A queda do Apartheid

Mesmo assim a organização de mobilizações das populações negras tendeu a crescer
      Para lutar contra essas injustiças, os negros acionaram o Congresso Nacional Africano - CNA, uma organização negra clandestina, que tinha como líder “Nelson Mandela”.








O mais importante
Líder negro da...
tracking img