Aparelho reprodutor masculino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2864 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA GENITAL MASCULINO












OBJETIVOS








• Descrever a localização, a estrutura e as funções dos órgãos do sistema genital masculino.
• Descrever como são produzidos os espermatozóides.
• Explicar os papéis dos hormônios na regulação das funções reprodutivas masculinas.
























SISTEMA GENITAL MASCULINOOs órgãos do sistema genital masculino são: os testículos(gônodas masculinas); um sistema de ductos ( epidídimo, ducto deferente, ductos ejaculatórios e uretra ); as glândulas sexuais acessórias (glândulas ou vesículas seminais, próstata e glândula bulbouretral ); e diversas estruturas de suporte, incluindo o escroto e o pênis (figura 1.1). Os testículos produzem os espermatozóides esecretam hormônios. Os espermatozóides são transportados e armazenados, auxiliados a maturar e conduzidos ao exterior por um sistemas de ductos. O sêmem contém os espermatozóides, além das secreções fornecidas pelos testículos e pelas glândulas sexuais acessórias.

Escroto

O escroto (scrotum = saco) é uma bolsa que suporta os testículos; consiste em pele frouxa, fáscia superficial e pele lisa(figura 1.1). Internamente, ele está dividido, por um septo, em dois sacos, cada um contendo um único testículo.
A produção e sobrevivência dos espermatozóides é ótima a uma temperatura abaixo da temperatura sanguínea normal. Como o escroto se localiza fora das cavidades corporais, sua temperatura normalmente é um pouco inferior a temperatura corporal. Na exposição ao frio, os músculosesqueléticos se contraem para elevar os testículos, movendo-os para mais perto da cavidade pélvica, onde podem Absorver o calor corporal. A exposição ao calor causa o relaxamento dos músculos esqueléticos e a descida dos testículos, aumentando a área de superfície exposta ao ar, de maneira que os testículos possam desprender o calor para suas adjacências.Figura 1.1

Testículos


Os testículos são um par de glândulas ovais que se desenvolvem na parede abdominal posterior do embrião e geralmente iniciam sua descida ao escroto durante o sétimo mês do desenvolvimento fetal.
Os testículos são cobertos por uma densa túnica albugínea (cápsula fribrosa branca) que se estende para o interior, dividindo cada testículo emcompartimentos internos chamados lóbulos do testículo (fig. 1.2 a). Cada um dos 200 a 300 lóbulos contém de um a três túbulos seminíferos * (sêmen- = semente; -ferre = carregar), altamente epiralados, que produzem os espermatozóides por processo chamado espermatogênese ( ver a seguir ).
Os túbulos seminíferos são revestidos com células espermatogênicas formadoras de espermatozóides) ( figura 1.2b ).Posicionadas contra a membrana basal, em direção ao exterior dos túbulos, estão as espermatogônias ( -gonium = geração, prole), precursoras das células-tronco. Em direção ao lúmen dos túbulos, estão camadas de células em ordem crescente de maturidade: os espermatócitos secundários, as espermátides e os espermatozóides. Os espermatozóides (-zoon = vida ) maduros são liberados no lúmen do túbulo.Entre os espermatozóides em desenvolvimento nos túbulos seminíferos, estão as grandes céulas de Sertoli, que sustentam, protegem e nutrem as células espermatogênicas; fagocitam as células espermatogênicas em degeneração; secretam o fluido para o transporte dos espermatozóides; e liberam hormônio inibina, que ajuda a regular a produção de espermatozóides. Entre os túbulos seminíferos estão grupos decélulas intersticiais ( de Leydig ). Essas células secretam o hormônio testosterona, que é o mais importante andrógeno. Embora os andrógenos sejam substâncias que controlam o desenvolvimento das características masculinas, também exercem outras funções, como estimular o desejo sexual tanto nos homens como nas mulheres.

A condição em que os testículos não descem ao escroto é denominada...
tracking img