Antropologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Seminário

de

Antropologia





[pic]

ÍNDICE





Grupo …...................................................................................... 3



Contexto .................................................................................... 4



Franz Boas – biografia .............................................................. 5

“Métodos da etnologia”............................................................. 7

“Raça e progresso” …........….............................................. 8



Claudie Levi-Strauss – biografia ...............................................10

“Raça e História” …...................................................................12



Clifford Geertz – biografia....................................................... 20

“O impacto do conceito da cultura

sobre o homem” ....................................................... 21













Apresentação unidade III









Membros: Alessandra Meirelles Natali

Bruna Maura Vieira Valente

Danielle Godoy Guimarães Augusto LeiteMariana Cintra Morais

Marina Mineiro dos Santos

Pedro Henrique de Souza Zanetti











1º período Administração – integral 2011

Professor: Jauará

Matéria: Antropologia

Data: 12/05/2011





Unidade III





Antropologia norte-americana: tendência da fase clássica.





A busca de leis no desenvolvimento dasculturas.

O método comparativo.

Relação entre cultura e personalidade.

Ênfase na construção e identificação de padrões culturais (“patterns of culture”) ou estilos de cultura (“ethos”).



"O antropólogo é o astrônomo das ciências sociais: ele está encarregado de descobrir um sentido para as configurações muito diferentes, por sua ordem de grandeza e seu afastamento, das que estãoimediatamente próximas do observador."  Antropologia Estrutural, 1967

Antropologia Cultural

Franz Boas



[pic]









O livro Antropologia Cultural, de Franz Boas, traduzido por Celso Castro, foi dividido em 5 textos: “As Limitações do Método Comparativo”, “Os Métodos Etnológicos”, “Alguns Problemas de Metodologia nas Ciências Sociais”, “Os Objetivos da Pesquisa Antropológica” e“Raça e Progresso”. Inicia-se com uma breve apresentação do autor, considerado pai da Antropologia Americana.

Foi a primeira obra de Franz Boas publicada no Brasil, e foi reconhecida após 62 anos de sua morte. Sua tradução foi mais que importante, pois contribuiu para os cursos de graduação.

Boas nasceu em uma cidade prussiana de Minden em 9 de Julho de 1858. Sua família era composta por judeus jáculturalmente acostumados à vida alemã. Ingressou na universidade aos 19 anos, cursando física. Nessa época inicia seu interesse pela psicofísica, que visa compreender a relação entre sensações físicas e percepções psicológicas. Não satisfeito com sua profissão, mudou-se para geografia. Estudou também técnicas de meditações.

Após várias tentativas, Boas conseguiu realizar sua expedição à Ilhade Baffin para estudar os esquimós, permanecendo lá por um ano. Mais tarde publicou no livro “Baffinland” observações geográficas e em “The Central Eskimo” falou sobre as etnografias.

Com o fim dessa experiência em Baffin, seu foco agora era casar-se com Marie, uma antiga paixão. Em Março de 1887 casou-se com ela. Somente em 1896, Boas conseguiu um emprego estável no American Museum of NaturalHistory, em Nova York.

Dentre os muitos livros que publicou, destacam-se Handbook Of North American Languages, The Mind Of Primitive Man, Primitive Art e Anthropology and Modern Life. Teve grande influência na antropologia mexicana, onde lecionou de 1911 a 1912. Foi professor em New School for Social Research, uma instituição que abriga intelectuais estrangeiros exilados ou fugidos da...
tracking img