Antropologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1668 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano de Aula: 12 - A atualidade das Ciências Sociais na compreensão da sociedade contemporânea


FUNDAMENTOS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS

Título
12 - A atualidade das Ciências Sociais na compreensão da sociedade contemporânea
Número de Aulas por Semana
1
Número de Semana de Aula
12
Tema
A sociedade em rede: globalização, desigualdades e exclusão social no mundo contemporâneo
ObjetivosDiscutir os conceitos de globalização, pobreza e exclusão social, destacando sua importância para o entendimento do mundo contemporâneo. Analisar histórica e sociologicamente os processos que envolvem o preconceito, a intolerância e discriminação na sociedade mundial e brasileira.
Estrutura do Conteúdo
1- Globalização - Nas três últimas décadas, as interações transnacionais conheceram umaintensificação dramática, desde a globalização dos sistemas de produção e das transferências financeiras, à disseminação, a uma escala mundial, de informação e imagens através dos meios de comunicação social ou às deslocações em massa de pessoas, quer como turistas, quer como trabalhadores migrantes ou refugiados. A extraordinária amplitude e profundidade destas interações transnacionais levaram a quealguns autores as vissem como ruptura em relação às anteriores formas de interações transfronteiriças, um fenômeno novo designado por "globalização". Giddens define globalização como "a intensificação de relações sociais mundiais que unem localidades distantes de tal modo que os acontecimentos locais são condicionados por eventos que acontecem a muitas milhas de distância e vice versa". 1.1 Aglobalização social e as desigualdades Segundo Boaventura de Sousa Santos. (Os processos da globalização. Disponível em http://www.eurozine.com/articles/2002-08-22-santos-pt.html), o impacto da globalização na produção de desigualdade a nível mundial tem sido amplamente debatido nos últimos anos. As novas desigualdades sociais produzidas por esta estrutura de classe têm vindo a ser amplamente reconhecidasmesmo pelas agências multilaterais que têm liderado este modelo de globalização, como o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional. É hoje evidente que a iniquidade da distribuição da riqueza mundial se agravou nas duas últimas décadas: 54 dos 84 países menos desenvolvidos viram o seu PNB per capita decrescer nos anos 80; em 14 deles a diminuição rondou os 35%; segundo o Relatório doPrograma para o Desenvolvimento das Nações Unidas de 2001, mais de 1,2 bilhões de pessoas (pouco menos que 1/4 da população mundial) vivem na pobreza absoluta, ou seja, com um rendimento inferior a um dólar por dia e outros 2,8 bilhões vivem apenas com o dobro desse rendimento Segundo o Relatório do Desenvolvimento do Banco Mundial de 1995, o conjunto dos países pobres, onde vive 85,2% da populaçãomundial, detém apenas 21,5% do rendimento mundial, enquanto o conjunto dos países ricos, com 14,8% da população mundial, detém 78,5% do rendimento mundial. Uma família africana média consome hoje 20% menos do que consumia há 25 anos. Segundo o Banco Mundial, o continente africano foi o único em que, entre 1970 e 1997, se verificou um decréscimo da produção alimentar. O aumento das desigualdades temsido tão acelerado e tão grande que é adequado ver as últimas décadas como uma revolta das elites contra a redistribuição da riqueza com a qual se põe fim ao período de uma certa democratização da riqueza iniciado no final da Segunda Guerra Mundial. Segundo o Relatório do Desenvolvimento Humano do PNUD relativo a 1999, os 20% da população mundial a viver nos países mais ricos detinham, em 1997, 86%do produto bruto mundial, enquanto os 20% mais pobres detinham apenas 1%. Segundo o mesmo Relatório, mas relativo a 2001, no quinto mais rico concentram-se 79% dos utilizadores da internet. As desigualdades neste domínio mostram quão distantes estamos de uma sociedade de informação verdadeiramente global. A largura da banda de comunicação eletrônica de São Paulo, uma das sociedades globais, é...
tracking img