Antropologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1241 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Definir a antropofagia não é tão fácil assim, prefiro essa definição: destruir para construir em cima. Deglutir para de posse do instrumental do “inimigo”, poder combatê-lo e superá-lo. Deglutir o velho saber, transformando-o em matéria prima do novo. Mas mais fácil é saber para que ela veio, veio para confundir o rastro deixado pelos brancos europeus, veio para reagir, e principalmente paradesenterrar um passado soterrado, de um lado por imposição do colonizador e, do outro, por inércia do colonizado.
Para Oswald de Andrade a história do Brasil não começou a 497 anos atrás e sim a 441 anos, quando nesta data o bispo Sardinha foi devorado pelos índios, e assim começou toda a história, esse episódio marcou a data do inicio do Manifesto antropófago.
Oswald disse que “a antropofagia écomo ponto de referencia para pensar na construção de uma identidade brasileira”. Assim como Oswald, Zé Celso (amigo de Oswald, diretor de teatro) acreditava que a antropofagia era a essência do Brasil.
A cultura brasileira não é voltada unicamente para suas próprias raízes. Logo quando os europeus chegaram ao Brasil os índios os receberam de forma antropofágica não somente abertos a eles, maspreparados para devorá-los. Oswald que estudou esses rituais percebeu que não era só uma cultura brasileira e sim universal, pois a cerimônia era muito parecida com o ritual antropófago de Dionísio, um rito de civilizações muito antigas.
Naquela época o Brasil que já tivera uma sociedade sem classes e enquanto o solo ainda era de todos, começa a mudar com a vinda dos europeus, que já tinham ocomunismo, um sistema social planetário, a idade de ouro entre outros. A modernização chegou á incorporação do outro começou, era uma época onde todos os estrangeiros queriam trazer “O necessário da química, de mecânica, de economia e de balística. Tudo digerido”. Logo depois, também publicado por Oswald de Andrade em O Homem do Povo: “queremos a revolução nacional que nos promete a era da máquina”,mas o que se notava era algo bem diferente, em contraste, “dum país que possui a maior reserva de ferro e o mais alto potencial hidráulico fizeram um país de sobremesa. Café, açúcar, fumo, bananas”.
Com os estrangeiros em foco, que não trouxeram somente a “modernização”, mas também a miscigenação. Toda aquela mistura de índios com europeus, europeus com escravos africanos, escravos africanos comíndios virou uma formação brasileira “vira-lata” estava armado um tremendo preconceito e rejeição a sua origem. Onde todos eram rejeitados e queriam ser iguais os seus pais, o pai era a Verdade, o Colonizador, o Ocidente. Mas a geração de Darcy Ribeiro (uma das pessoas que pensaram no Brasil como possibilidade) começou a libertar o brasileiro desse tremendo preconceito e o que antes era vergonhapassou a ser orgulho nacional. Oswald descobriu ai que o Carnaval é como a religião da raça, ou seja, toda essa mistura na sua própria exibição festiva.
A antropofagia recusa a idéia de um avanço da civilização sobre a barbárie, e também se diferencia de outro tipo de universalismo, totalmente marxista. Embora a estética antropofágica tenha recebido uma influencia marxista, ela é incompatível coma convicção de que a marcha (da capital) eliminaria a possibilidade de expressões nacionais próprias da periferia, pois é da periferia que vem o antropófago, se alimenta do colonizador e assim dá sua contribuição local à diversidade das culturas.
A metáfora antropófaga nota uma distância em relação às correntes universalizantes, durante a semana de 22, tenta resolver o dilemanacional/cosmopolita, afinal já que o antropófago digere o estrangeiro e o assimila em seu corpo, ele elimina a distância que antes os separavam. De acordo com essa relação de incorporação, na antropofagia existe uma abertura para o mundo, justamente porque é fundamental essa assimilação dos outros
Na antropofagia da época dos índios caetés o curioso foi notar, que mesmo com essa característica de se...
tracking img