Antropologia juridica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2174 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
19 Congresso de Iniciação Científica CONTRIBUIÇÕES DE TRÊS DAS PRINCIPAIS ESCOLAS ANTROPOLÓGICAS PARA OS ESTUDOS DO LAZER
Autor(es)

NATALIA PUKE

Orientador(es)

NELSON CARVALHO MARCELLINO

Apoio Financeiro

PIBIC/CNPQ 1. Introdução

O lazer a partir de uma perspectiva ampla é compreendido como uma manifestação cultural que estabelece múltiplas relações com tudo aquilo queconstitui a sociedade e a cultura. Nesta ótica, Marcellino (2007) aponta que o lazer pode ser compreendido conceitualmente como, Cultura vivenciada (praticada, fruída ou conhecida), no tempo disponível das obrigações profissionais, escolares, familiares, sociais, combinando os aspectos tempo/espaço e atitude [...];o tempo a ser privilegiado para a vivência de valores que contribuam com mudanças de ordemmoral e cultural [...]; portador de um duplo aspecto educativo, veículo e objeto de educação, considerando, assim, não apenas as suas possibilidades de descanso e divertimento, mas também de desenvolvimento pessoal e social (MARCELLINO, 2007, pp. 46 - 47). Doravante, constatado que o lazer é também um indicativo sintomático das problemáticas socioeconômicas e culturais, na medida em que ele estárelacionado à rotina do trabalho, às práticas mercadológicas e às formas de exclusão e alienação social, se faz necessário, portanto, lançar o olhar de outros campos do saber, tal como a antropologia, para que tenhamos uma compreensão mais vasta das questões metodológicas das pesquisas relativas ao lazer, e um melhor entendimento do seu significado para o ser humano contemporâneo. 2. ObjetivosSendo o escopo da antropologia o estudo do homem inteiro nas suas múltiplas dimensões em sociedade e diversidades culturais, este projeto pretende, mediante a investigação das escolas antropológicas evolucionista, culturalista e funcionalista, contribuir para os estudos e novas perspectivas do lazer. Cabe, portanto, pensar o lazer a partir das diversas manifestações culturais, no intento detranspor o seu enquadramento constitucional, que o vincula apenas como um subitem do esporte. Procuramos destacar e analisar as formas discursivas das escolas antropológicas supracitadas, além de abordar também, a transversalidade do conceito de trabalho, do discurso midiático e do consumo, que tensionam a sua prática e atitude. 3. Desenvolvimento

O trabalho foi efetuado por pesquisabibliográfica, no Sistema de Bibliotecas da UNIMEP e ferramentas disponíveis na Internet. As

obras foram selecionadas por ordem cronológica e investigadas por análise textual, temática, interpretativa e crítica, (SEVERINO, 1980) sempre abordando o método enquanto abordagem e processo discursivo (BRUYNE et alli, 1977). 4. Resultado e Discussão

Os antropólogos evolucionistas são representantes daantropologia de gabinete, que é o estudo baseado em relatos sem evidência científica, construído através da coleta de informações feita por missionários, comerciantes, viajantes ou observadores superficiais, e não mediante um levantamento etnográfico empírico junto a cultura e linguagem das sociedades investigadas. Embebidos pelo espírito progressista do século XIX e influenciados pelos estudos dasciências biológicas - predominante em termos de matriz nos saberes do século XIX -, e, sobretudo, pela abordagem positivista da história, os antropólogos evolucionistas compreendem o processo histórico cultural hierarquizado em estágios, que por sua vez, se desenvolve linearmente a partir de uma única origem e para uma finalidade uníssona o progresso. A perspectiva evolucionista em antropologiabaseia-se fundamentalmente no seguinte raciocínio: reduzir as diferenças culturais a estágios históricos de um mesmo caminho evolutivo (CASTRO, 2009, p. 27). Todas as culturas deveriam obrigatoriamente desenvolver-se pela seguinte ordem evolutiva: selvageria, barbárie e civilização. Segundo Laplantine (2007), o objetivo desses antropólogos não era compreender as especificidades das diversas culturas...
tracking img