Antropologia das religiões

ANTROPOLOGIA DAS RELIGIÕES

CAPITULO 1
ACTIVIDADES:
1. Até ao século passado a definição de «religião» como uma ligação dupla – do Homem para com Deus e de Deus para com o Homem – parecia nãooferecer grandes dificuldades. O que é que alterou esta situação e levou os investigadores a procurar um conceito mais alargado de religião?
O facto de os investigadores terem verificado aexistência de «religiões sem Deus» com um culto bastante elaborado, como é o caso do BUDISMO, levou a que fosse revisto o conceito de religião, em busca de um denominador comum que permitisse abarcar todas asreligiões conhecidas.
2. «O homem é o único animal que cuida dos seus mortos»: Comente esta afirmação e dê alguns exemplos.
Na realidade, e após a morte de alguém, todos nós cuidamos, consoante acultura, as condições ambientais e as tradições religiosas, dos entes falecidos. É comum enterrar os mortos, deitá-los ao mar, cremá-los em pilhas de madeira, deixá-los em pilhas de madeira para queos abutres os devorem, recolhendo depois o que resta. Também desde tempos muito antigos se procurou preservar os corpos através de técnicas de mumificação, substituídas, hoje por técnicas deembalsamamento.
3. Indique os nomes e obras dos estudiosos que mais se distinguiram na investigação da natureza da religião.
Durkheim---- «As formas elementares da religião»
Mircea Eliade---- «O Sagrado eo profano»
Lévi-Strauss------ «O Totemismo»
4. Como definir o conceito de sagrado.
Sagrado, não tem uma definição por si, mas, considerando o conceito de sagrado por oposição a profano podemosdizer que sagrado é algo de misterioso que não pertence ao mundo material e profano sendo por isso de uma ordem diferente mas que se manifesta na ordem natural do mundo profano.
O sagrado éapreendido por qualquer imediatamente por qualquer homem em qualquer sociedade e em qualquer momento porque não progride.

5. Pode falar-se em pessoas e lugares «sagrados»? Justifique a sua resposta e...
tracking img