antologia poetica Carlos Drummond De Andrade

Páginas: 22 (5323 palavras) Publicado: 29 de junho de 2015

INTRODUÇÃO
Carlos Drummond de Andrade, poeta, contista e cronista brasileiro, nasceu em Itabira-MG no ano de 1902, reconhecido como um dos maiores nomes da literatura nacional. Carlos em suas poesias tratava de assuntos diversos, politizados e críticos, porém, não deixava de lado os temas do cotidiano nem suas memórias como conta na poesia “Infância”.
Drummond exibi uma coleção de obrasimpressionantes, das quais Alguma Poesia (1930), Brejo das Almas (1934) e Sentimento do Mundo (1940) tiveram mais destaque e concretizaram o perfil maduro, sarcastico e o teor literário do Poeta.
Carlos morre em Agosto, dia dezessete do ano de 1987 no Rio de Janeiro, deixando uma legião de fãs no Brasil e no mundo, de diversas idades, culturas e em diferentes épocas, Drummond deixa também poesias,contos e crônicas que ainda hoje, décadas depois, podem ser utiilizadas para narrar o contexto social.
Este livro, Antologia Poética Carlos Drummondo de Andrade; E disse o Anjo tordo de Itabira! – carrega a tragetória e vida do poeta, artigos de opinião dos autores e obras baseadas na ideia modernista de Carlos Drummond de Andrade.

Prefácio
Carlos Drummond de Andrade não é apenas um poeta de leiturarápida no ponto de ônibus, Carlos Drummond de Andrade é Carlos Drummond de Andrade, seu legado e baú de poesias, contos e crônicas é um presente a nós.
Esse livro reuni dezesseis poesias e quatro contos que deixa claro o quão Drummond fora único tanto em prosa quanto em poesia. Não é uma seleção inata de obras do autor, mas sim uma apresentação fiel do seu trabalho, discorrendo desde seuprimeiro conjunto de poesias (Alguma Poesia), indo até José, A Rosa do Povo, entre outros, não desperdiçando também a prosa invejável de Drummond.
Em suas obras modernistas, Drummond consegue de forma impressionante expressar seus sentimentos mais caducos pelo mundo. Antologia Carlos Drummond de Andrade – E disse o Anjo torto de Itabira, narra sua trajetória de seus tempos de escolas, o nascimento dapoesia, até a decadência do mundo na segunda grande guerra.
Propriamente dito, Carlos Drummond de Andrade não é leitura de ponto de ônibus, essa reunião de suas obras é repleta de segredos nos versos que a cada leitura o mistério da intenção do autor aumenta, é um poço sem fundo que eleva o prazer de ser afogar em tais poesias; E disse o Anjo torto de Itabira! Nos dá esse prazer.


SUMÁRIO
Prefácio.Seminário do Eu Poeta
Poema de Sete faces.
José.
Procura da poesia.
Também já fui brasileiro.

Memórias de Itabira
Infância.
No meio do caminho.
Confidência do Itabirano.
Essa Lua e esse Conhaque
Sentimento do mundo.
Lembranças do mundo antigo.
Elegia 1938.
Congresso internacional do medo.
Os ombros suportam o mundo.
Carlos, sossegue, o amor é isso que você está vendo
O amor bate na aorta.Quadrilha.
Necrológio dos desiludidos do amor.
Memória.
O que Carlos contava
Novo dicionário.
Essas meninas.
Poder da etimologia.
Dialogo filosófico
Seminário do “Eu” Leitor
Tudo que digo de Carlos.
Ana e a Torre João Fiusa
Conclusão




















1902 - Nasce em Itabira do Mato Dentro, Estado de Minas Gerais; nono filho de Carlos de Paula Andrade, fazendeiro, e D. Julieta AugustaDrummond de Andrade.
1919 - Expulso do Colégio Anchieta mesmo depois de ter sido obrigado a retratar-se. Justificativa da expulsão: "insubordinação mental".

1920 - Muda-se com a família para Belo Horizonte.
1921 - Publica seus primeiros trabalhos na seção "Sociais" do Diário de Minas. Conhece Milton Campos, Abgar Renault, Emílio Moura, Alberto Campos, Mário Casassanta, João Alphonsus, BatistaSantiago, Aníbal Machado, Pedro Nava, Gabriel Passos, Heitor de Sousa e João Pinheiro Filho, todos freqüentadores do Café Estrela e da Livraria Alves.

1922 - Ganha 50 mil réis de prêmio pelo conto "Joaquim do Telhado" no concurso Novela Mineira. Publica trabalhos nas revistas Todos e Ilustração Brasileira.

1923 - Entra para a Escola de Odontologia e Farmácia de Belo Horizonte.

1924 - Escreve carta...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Antologia Poetica-Carlos Drummond de Andrade
  • "Antologia poética"
  • Carlos drummond de andrade
  • Carlos Drummond de Andrade
  • Antologia Poética de Oswald de Andrade
  • Carlos Drummond de Andrade
  • Carlos Drummond de Andrade
  • carlos drummond de andrade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!