Antiguidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (584 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Na antiguidade o homem vivia em função da sua própria sobrevivência, precisavam tomar decisões para sobreviver e se utilizava dos recursos que tinham. Para se planejar usavam suas intuições, comtudo estamos em constante transformações precisamos nos adaptarmos com essas mudanças.
Planejar é próprio do homem, é bem verdade que até o inicio da idade moderna quase todas as atividade produtivaou sociais eram marcadas pelo misticismo, e pela a tradição e foram repetidos por muitos anos . Até que um novo processo foi implantado na "substituição do modo de produção feudal pelo modo de produçãocapitalista".
No inicio do século XV o comércio cresceu extraordinariamente, fruto, naturalmente, de modificações ocorridas no interior das sociedades feudais europeias (aumento da população,crescimento das cidades, desenvolvimento das manufaturas, etc).
Esta época pode-se caracterizar por um desanuviamento da "trilogia negra" fomes, pestes e guerras, criando condições propícias àsdescobertas marítimas e ao encontro de povos. A oferta de alimentos diminui e planejar, mesmo intuitivamente, foi uma necessidade dos Estados, Sociedades, Empresas e pessoas.
O que marcou a evolução daadministração das empresas foi a Revolução Industrial, ela produziu alterações significativas na estrutura econômica da sociedade. Com as modificações de produções, surgiu a necessidade de reunir e gerenciara produção que crescia acima do comum
As duas grandes guerras obrigaram os Estados, em particular, suas Forças Armadas e os segmentos industriais a desenvolverem técnicas e ferramentas que criassemas condições mais favoráveis a seus recursos, especialmente , os logísticos. Reforça-se, assim, o planejamento estratégico como ferramenta decisiva para o desenvolvimento de ações de médio e longoprazos.
Ao falamos de planejamento estratégico do Estado, o Brasil acumulou, sobretudo entre os anos 40 e 70 do século passado, uma experiência razoável em matéria de planejamento governamental. Desde...