Ansiedade e propanolol

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2039 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Rev Bras Psiquiatr 2003;25(4):228-30

relato de caso

Ansiedade social e abuso de propranolol: relato de caso
Social anxiety and propranolol abuse: a case study
Bruno José Barcellos Fontanella
Laboratório de Pesquisas Clínico-Qualitativas do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, Brasil

ResumoPaciente com grave ansiedade social automedicou-se com propranolol durante seis anos, em doses de até 320 mg/d. Além do tratamento psicanalítico que já havia iniciado, foi tratada com tranilcipromina, apresentando melhora parcial do quadro fóbico e do abuso do betabloqueador. Após introdução de paroxetina, houve melhora ainda mais pronunciada. Apesar da automedicação com uma substânciapotencialmente eficaz em alguns casos, perpetuou-se durante anos um grave padrão fóbico de comportamento. O caso exemplifica as dificuldades de procura de tratamento específico pela população de fóbicos sociais. Levanta-se a hipótese da existência de uma prática crescente de automedicação com betabloqueadores entre fóbicos sociais e pessoas com ansiedade de desempenho, problema cuja relevância para asaúde pública ainda não foi pesquisada. Propranolol. Transtornos fóbicos. Abuso de substâncias. Automedicação. Fobia social. A patient with severe social anxiety disorder has taken unprescribed propranolol for six years (up to 320 mg/ day). In addition to the psychoanalytic treatment that had been instituted and after the diagnosis and prescription of tranilcipromine, both the social anxiety symptomsand propranolol abuse have improved; after the prescription of paroxetine she underwent a better controlled use of the betablocker. Despite the informal self-prescription for several years, the generalized social anxiety symptoms persisted. This case exemplifies the special difficulty of social phobic patients to seek for treatment. The author formulates a hypothesis that there may be an increasinginformal prescription of betablockers among persons with social anxiety disorder and performance anxiety, a problem whose public health importance is still unknown. Propranolol. Phobic disorders. Substance abuse. Self medication. Social phobia.

Descritores Abstract

Keywords

Introdução
O transtorno de ansiedade social (ou fobia social) teve seus sinais e sintomas sistematizados há trêsdécadas.1 O diagnóstico baseia-se no sintoma do medo de avaliações negativas em situações de exposição social fora do ambiente familiar, sentindo-se a pessoa examinada em seus desempenhos, embaraçada ou envergonhada. A evitação de tais situações pode levar a intenso isolamento social e inviabilizar a história educacional e profissional de algumas pessoas. As taxas de prevalência na população geralvariam entre 2 a 16%, possivelmente refletindo o uso de diferentes critérios diagnósticos. 2-7 Nas coortes mais jovens, a prevalência é maior,2 levantando a discussão sobre as variáveis socioculturais na etiologia da ansiedade social.
Fonte de financiamento e conflito de interesses inexistentes. Recebido em 16/9/2002. Aceito em 6/6/2003.

Prescrevem-se betabloqueadores para ansiedade dedesempenho há pelo menos três décadas. Ingeridos cerca de uma hora antes do evento ansiogênico, podem interromper a retroalimentação positiva em que sintomas autonômicos pioram o medo do desempenho social – medo que, por sua vez, piora a sintomatologia autonômica. São também prescritos associados a medicamentos de uso contínuo eficazes para quadros mais graves (ISRS, IMAO, tricíclicos ebenzodiazepínicos).8 É igualmente comum que os fóbicos sociais se automediquem com álcool e outras substâncias psicoativas.5,9-11 Relata-se o caso de paciente com quadro de ansiedade social generalizada e abuso contínuo de propranolol por seis anos (até 320 mg/d). Ilustra-se o relato com transcrições de um pequeno texto autobiográfico escrito pela paciente a pedido do autor.

228

Rev Bras Psiquiatr...
tracking img