Anomalias em pavimentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2541 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Reforço de vigas de madeira lamelada colada reforçadas com sistemas FRP (MLC-FRP)
Paulo Barreto Cachim

Região Centro - Ordem dos Engenheiros - Junho 2004

Introdução
Um pouco de história

Comportamento da madeira Sistemas FRP Reforço de vigas à flexão Outros tipos de Comportamento reforço ao fogo Conclusões

Paulo Barreto Cachim

Um pouco de história

Comportamento da madeiraSistemas FRP Reforço de vigas à flexão Outros tipos de Comportamento reforço ao fogo Conclusões

Paulo Barreto Cachim

Perspectivas de consumo de madeira

Madeira serrada

Paulo Barreto Cachim

Perspectivas de consumo de madeira

Placas de derivados

Paulo Barreto Cachim

Um pouco de história
• A madeira tem sido utilizada desde sempre pelo Homem
– – – – Leve Trabalhável Boaresistência Agradável à vista

• Contudo
– Forma rectilínea – Dimensões limitadas – Combustível

Paulo Barreto Cachim

Embarcações

Paulo Barreto Cachim

Máquinas de guerra

Paulo Barreto Cachim

Ferramentas

Paulo Barreto Cachim

Estruturas provisórias

Paulo Barreto Cachim

E obviamente… na construção

Paulo Barreto Cachim

Extremo oriente

Paulo Barreto Cachim Idade média

Paulo Barreto Cachim

Idade média

Paulo Barreto Cachim

Actualmete

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites
• No início do Século XX apareceu a madeira lamelada colada • Grande desenvolvimento após a 2ª Guerra Mundial • Pranchas de madeira coladas topo a topo e face a face • Permite realizar
– Grandes vãos – Formas curvas

• Dispersa os defeitos e torna asecção mais homogénea

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites
• A opção por grandes vãos implica a produção de elementos de grande secçãonem sempre compatível com os meios de produção ou as vias de transporte

Paulo Barreto Cachim

Ultrapassar os limites
• A altura dos elementos pode limitar fortemente o pé direito útil dos edifícios • A alteração da função de uma estrutura introduz novas acções levando a que as secções de alguns elementos se tornem insuficientes

Paulo Barreto Cachim

Um pouco de históriaComportamento da madeira Sistemas FRP Reforço de vigas à flexão Outros tipos de Comportamento reforço ao fogo Conclusões

Paulo Barreto Cachim

Comportamento da madeira
• Três direcções principais de funcionamento • Em termos de engenharia apenas duas • Fortemente condicionado pela estrutura celular • Comportamento fortemente dependente do teor de água

Paulo Barreto Cachim

Comportamento damadeira
• Elevada resistência à flexão, sobretudo quando associada ao seu peso (a relação resistência/peso é 1,3 vezes superior à do aço e 10 vezes superior à do betão) • Boa capacidade de resistência à tracção e à compressão paralela à fibra • Fraca resistência ao corte (esta limitação também é característica do betão mas não do aço) • Resistência muito fraca à tracção e à compressão perpendicular àfibra (especialmente à tracção, o que supõe uma característica muito especial em relação aos outros materiais) • Baixo módulo de elasticidade (cerca de metade do betão e vinte vezes menor que o do aço). O inconveniente associado a este baixo módulo de elasticidade prende-se sobretudo sobre a deformação de elementos comprimidos e a sua possibilidade de encurvar
Paulo Barreto Cachim Comportamento da madeira
σ
Tracção

σ

Flexão Compressão Compressão Tracção

Et E c ε
Comportamento da madeira livre de defeitos

E ε
Comportamento proposto pelo EC5

Paulo Barreto Cachim

Lamelados colados (MLC)
• A madeira à tracção depende fortemente dos defeitos nela existentes (nós, bolsas de resina, etc.) o que resulta numa grande variabilidade da sua resistência à tracção • A...
tracking img