Anita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4273 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Anita Malfatti
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anita Malfatti |
Retrato de Anita Malfatti aos 23 anos |
Nascimento | 2 de dezembro de 1889
São Paulo, SP |
Morte | 6 de novembro de 1964 (74 anos)
São Paulo, SP |
Nacionalidade | brasileira |
Ocupação | pintora, professora |
Magnum opus | O Homem Amarelo; Torso / Ritmo; A Estudante russa; AMulher de Cabelos Verdes; O Farol; Ventania; Tropical |
Movimento estético | Modernismo brasileiro |
Anita Catarina Malfatti (São Paulo, 2 de dezembro de 1889 — São Paulo, 6 de novembro de 1964) foi uma pintora, desenhista, gravadora e professora brasileira.
Índice [esconder]  * 1 Biografia * 1.1 Surge a pintora * 1.2 Na Alemanha * 1.3 Primeira exposição individual - 1914* 1.4 Nos Estados Unidos * 1.5 De volta ao Brasil * 1.6 Segunda exposição individual - 1917 * 1.7 A Semana de Arte Moderna de 1922 * 1.8 A Europa nos loucos anos 20 * 1.9 Brasil 1928 * 2 Representações da artista em outras mídias * 3 Bibliografia * 4 Ver também * 5 Referências |
[editar] Biografia
Filha do engenheiro italiano Samuel Malfatti e de mãenorte-americana Betty Krug, Anita Malfatti nasceu no ano de 1889, em São Paulo .
Segunda filha do casal, nasceu com atrofia no braço e na mão direita. Aos três anos de idade foi levada pelos pais a Lucca, na Itália, na esperança de corrigir o defeito congênito. Os resultados do tratamento médico não foram animadores e Anita teve que carregar essa deficiência pelo resto da sua vida. Voltando ao Brasil, tevea sua disposição Miss Browne, uma governanta inglesa, que a ajudou no desenvolvimento do uso da mão esquerda e no aprendizado da arte e da escrita.
Iniciou seus estudos em 1897 no Colégio São José de freiras católicas, situado à rua da Glória. Aí foi alfabetizada. Posteriormente passa a estudar em escolas protestantes: na Escola Americana e em seguida no Mackenzie College onde, em 1906, recebe odiploma de normalista.
[editar] Surge a pintora
Nesse meio tempo faleceu Samuel Malfatti, esteio moral e financeiro da família. Sem recursos para o sustento dos filhos, D. Betty passa a dar aulas particulares de idiomas e também de desenho e pintura. Chegou a submeter-se à orientação do pintor Carlo de Servi para com mais segurança ensinar suas discípulas. Anita acompanhava as aulas e nelastomava parte. Foi portanto sua própria mãe quem lhe ensinou os rudimentos das artes plásticas.
"Eu tinha 13 anos, e sofria porque não sabia que rumo tomar na vida. Nada ainda me revelara o fundo da minha sensibilidade[...]Resolvi, então, me submeter a uma estranha experiência: sofrer a sensação absorvente da morte. Achava que uma forte emoção, que me aproximasse violentamente do perigo, me daria adecifração definitiva da minha personalidade. E veja o que fiz. Nossa casa ficava próxima da educada estação da Barra Funda. Um dia saí de casa, amarrei fortemente as minhas tranças de menina, deitei-me debaixo dos dormentes e esperei o trem passar por cima de mim. Foi uma coisa horrível, indescritível. O barulho ensurdecedor, a deslocação de ar, a temperatura asfixiante deram-me uma impressão dedelírio e de loucura. E eu via cores, cores e cores riscando o espaço, cores que eu desejaria fixar para sempre na retina assombrada. Foi a revelação: voltei decidida a me dedicar à pintura."Anita Malfatti.
[editar] Na Alemanha
Anita pretendia estudar em Paris, mas sem a ajuda do pai, parecia impossível, tendo em vista que sua avó vivia entrevada numa cama e sua mãe passava o dia dando aulas depintura e de idiomas.
Anita tinha umas amigas, as irmãs Shalders, que iam viajar à Europa para estudar música. Assim surgiu a idéia de acompanha-las à Alemanha e seu tio e padrinho, o engenheiro Jorge Krug, aceitou financiar a viagem.
Anita e as Shalders chegaram em Berlim em 1910, ano marcante na história da Arte Moderna alemã.
"Os acontecimentos precipitavam-se tão depressa, que eu me lembro...
tracking img