Angola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3038 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

No mundo actual acorrem varios conflitos , como a Guerra no Iraquee as guerrilhas na America Latina. Esses conflitos são gerados por motivações economicas, Desigualdades sociais, intolerancia etinica e religiosa, diversidade politica, entre outros fatores.
A solução para esses conflitos, e muitos outros existentes no mundo, passa pela consolidação das relações internacionais, quepoderiam acontecer por meio de foruns de dialogo entre as nações e do respeito às leis do direitos humanos
Segunda Guerra Mundial ou II Guerra Mundial foi um conflito militar global que durou de 1939 a 1945, envolvendo a maioria das nações do mundo – incluindo todas as grandes potências – organizadas em duas alianças militares opostas: os Aliados e o Eixo.
Os direitos humanos são os direitose liberdades básicos de todos os seres humanos. Normalmente o conceito de direitos humanos tem a ideia também de liberdade de pensamento e de expressão, e a igualdade perante a lei.
A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma que : Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir unspara com os outros em espírito de fraternidade.
As ideias de direitos humanos tem origem no conceito filosófico de direitos naturais que seriam atribuídos por Deus; alguns sustentam que não haveria nenhuma diferença entre os direitos humanos e os direitos naturais e vêem na distinta nomenclatura etiquetas para uma mesma ideia. Outros argumentam ser necessário manter termos separados paraeliminar a associação com características normalmente relacionadas com os direitos naturais, sendo John Searl talvez o mais importante filósofo a desenvolver esta teoria.

Os conflitos no mundo e os direitos humanos
A Geografia dos Conflitos do mundo actual ainda convive com inúmeras áreas de tensão espalhadas pelo globo. As causas principais são rivalidades étnicas, religiosas e nacionalistas eainda os casos em o conflito envolve disputa entre estados ou mudanças de fronteiras.
Um exemplo de conflito entre dois ou mais Estados é o que ocorre entre a Índia e Paquistão , duas potências nucleares. A Índia – de maioria hindu – e o Paquistão – muçulmano – onde o dois países disputam a região da Caxemira localizada ao norte da Índia.
Outro exemplo de conflito é aquele que ocorre dentro de umpaís ( guerra civil – guerrilha ), onde grupos armados objetivam a tomada do poder, é o que ocorre na Colômbia, onde a Farc ( Forças Armadas Revolucionária da Colômbia ), controlam uma área de 42 mil km2 dentro do território colombiano, instalando uma guerra civil no país e um dos conflitos mais duradouros e sangrentos da América Latina.
México: a luta do EZLN – Exército Zapatista de LibertaçãoNacional - .O EZLN controla o sul do país, o Departamento de Chiapas, a região mais pobre do território mexicano e luta contra a política neoliberal do governo mexicano, que exclui e marginaliza a população pobre.
E inúmeros conflitos estão incluídos nesta Geografia.
África: Tudo começou em dezembro de 2010, na Tunísia, quando um jovem atiro fogo ao próprio corpo após a polícia fechar sua fonte derenda, uma banca de frutas e verduras. O caso, potencializado por denúncias de corrupção do governo, deflagrou uma onda de levantes populares contra o desemprego, a pobreza e a inflação galopante. Em 14 de janeiro, o presidente Zine Al-Abidine Ben Ali (no poder desde 1987) deixou o país.
Com o sucesso do evento, outras manifestações eclodiram em terras do norte da África e do Oriente Médio. NoEgito, a nação mais inf luente da região, 18 dias de protestos foram suficientes para que, em 11 de fevereiro, o general Hosni Mubarak (presidente no poder havia 30 anos) também deixasse o território e o cargo. Os militares, que se recusaram a lutar contra os civis, assumiram o governo interinamente e ainda devem influenciar o processo de transição.
Na Líbia, os protestos estouraram no mesmo...
tracking img