Anestesia em obstetricia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANESTESIA
José Nazareno de Paula Sampaio

AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA 1. O quê é ? É um serviço no qual o anestesiologista coordena e/ou faz a avaliação médica da paciente, preparando-a para a anestesia e cirurgia. 2. Quais seus objetivos ? 2.1. Avaliar as pacientes com indicação cirúrgica, adequadamente identificando condições pré-operatórias através da história clínica e exame físico, revisãode prontuário e exames complementares apropriados, objetivando reduzir a incidência de complicações perioperatórias. 2.2. Coordenar qualquer avaliação adicional de determinada condição médica com o especialista e a equipe cirúrgica, otimizando a resolução desta condição antes da cirurgia. 2.3. Informar, esclarecer e educar a paciente quanto a preparativos préoperatórios, a anestesia, opós-operatório e procedimentos burocráticos hospitalares. 2.4. Uniformizar a avaliação através da padronização da ficha de avaliação pré-anestésica, disponibilizando-a aos profissionais. 2.5. Criar e manter um banco de dados que atenda aos profissionais de saúde e a administração, permitindo-lhes tomar decisões médicas e gerênciais. 2.6. NÃO é objetivo avaliação sem indicação cirúrgica, nem tratamento dedoenças crônicas. 3. Como funciona ? 3.1. A nível ambulatorial. a. As consultas serão agendadas para o Ambulatório de PréAnestesia às Segunda-feira. b. Os respectivos prontuários deverão estar no Ambulatório, claramente mencionando qual a cirurgia proposta. c. Procede-se a avaliação, completando-se integralmente a Ficha de Avaliação Pré-anestésica . d. Surge duas possibilidades: 1º: O anestesiologistadecide solicitar exames complementares e/ou tratamento com especialista, agendando nova avaliação; 2º: O anestesiologista decide juntamente com o responsável pelo ambulastório de cirurgia marcar a mesma seguindo pré-requisitos informados pela coordenação de residência médica. e. Findo o Ambulatório, o anestesiologista deve fornecer ao SAME um cronograma da marcação das cirurgias. 3.2. Com a pacienteinternada a. a)O residente, pessoalmente, solicita ao anestesiologista de plantão a avaliação. b. b)A depender da disponibilidade de tempo e espaço, a avaliação e preenchimento da ficha será feita no leito da paciente, no centro cirúrgico ou no ambulatório.

3.3.

Cirurgia de Emergência O preenchimento da ficha de avaliação pré-anestésica não é obrigatória. O preencimento da ficha deanestesia é obrigação do anestesista conforme resolução do CFM 1363/9.

CONDUTAS DA AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA Nossas condutas são pautadas nas rotinas de avaliação clínica, laboratorial e encaminhamento ao especialista. 1) Avaliação Clínica O processo adequado de avaliação irá necessariamente variar com ambos, a paciente e o procedimento proposto. Algumas variáveis são: severidade da doençaco-existente; grau de invasividade da cirurgia; complexidade da anestesia; tempo disponível antes da cirurgia; conveniência da visita ao ambulatório de pré-anestesia. A atualidade deste avaliação, strictu sensu, seria exclusivamente no momento de sua obtenção. Entretanto por razões práticas é desejável que pacientes complexas, com doenças co-existentes significativas, sejam avaliados não mais que um mês antesda cirurgia. Em todos os casos deve-se proceder a avaliação clínica, sendo facultativo o preenchimento da ficha de avaliação pré-anestésica nas cirurgias de emergência.

2) Avaliação Laboratorial Testes Laboratoriais e suas Indicações 2.1 Hematócrito, Hemoglonia e Volume Corpuscular 1. Qualquer procedimento associado com moderada a elevada perda sanguínea; 2. Paciente com história familiar deanemia falciforme ou outra hemoglobinopatia; 3. Neoplasia hematológica; 4. Diagnóstico de, ou sintomas consistente com desordem da coagulação; 5. Quimioterapia ou radiação recentes; 6. História de anemia ou policitemia 7. Paciente com doença co-existente severa ou condição instável tais como falência renal, doença hepática, hipertensão pobremente controlada, mal nutrição; Leucograma 1....
tracking img